Determinação da capacidade de uso do solo visando o manejo sustentável para uma média propriedade em Londrina-PR

Authors

  • Leandro Rampim Universidade Estadual do Oeste Paranaense
  • João Tavares Filho Universidade Estadual de Londrina
  • Franklin Behlau Fundecitrus
  • Daniele Romano Fundação Mato Grosso

Abstract

O planejamento conservacionista remete ao estabelecimento de um esquema de trabalho para a propriedade agrícola, de tal forma que assegure a conservação do solo juntamente com sua exploração lucrativa. A capacidade do uso das terras indica o grau de cultivo que se pode aplicar em um terreno sem que o solo sofra diminuição da sua produtividade por efeito da erosão. Desta forma, o objetivo do trabalho foi realizar o levantamento do meio físico no ano de 2010 e classificação das terras no sistema de capacidade de uso para uma média propriedade brasileira, localizada no município de Londrina (PR) sobre Latossolo Vermelho e Nitossolo Vermelho para aprimorar a exploração conservacionista da área com a introdução da taxa de adoção de práticas conservacionistas. O mapeamento da área foi executado por meio de um aparelho portátil de georeferenciamento. Baseado nos dados levantados, foram identificadas diversas classes de capacidade de uso do solo: II (culturas anuais), III (perenes ou anuais), IV (perenes ou pastagem), V (pastagem) e VII (reflorestamento). Assim, com o conhecimento das classes de capacidade de uso do solo da propriedade foi possível realizar um planejamento voltado ao manejo conservacionista visando a correta utilização do solo e determinar o pagamento de taxa de adoção de práticas conservacionistas, para a destinação das glebas 2 e 3 (Cambissolo) para a implantação de Reserva Legal.

Downloads

Download data is not yet available.
MANEJO SUSTENTÁVEL

Published

2012-05-02

How to Cite

RAMPIM, L., TAVARES FILHO, J., BEHLAU, F. and ROMANO, D., 2012. Determinação da capacidade de uso do solo visando o manejo sustentável para uma média propriedade em Londrina-PR . Bioscience Journal [online], vol. 28, no. 2, pp. 251–264. [Accessed14 July 2024]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/12341.

Issue

Section

Agricultural Sciences