Seleção precoce e fenotipagem de linhagens de milho quanto à arquitetura das raízes seminais

Authors

  • Aurélio Vaz de Melo Universidade Federal de Viçosa
  • Glauco Vieira Miranda Universidade Federal de Viçosa
  • Heder Braun Universidade Federal de Viçosa
  • João Carlos Cardoso Galvão Universidade Federal de Viçosa
  • Cíntia Ribeiro de Souza Universidade Federal do Tocantins
  • Rubens Ribeiro Silva Universidade Federal do Tocantins
  • Hélio Bandeira Barros Universidade Federal do Tocantins

Abstract

Objetivou-se selecionar e fenotipar linhagens de milho quanto à arquitetura das raízes seminais em relação à raiz primária da planta. Foram avaliadas 20 linhagens de milho em solução nutritiva, em experimento disposto no delineamento de blocos casualizados, com três repetições. Foram realizadas medições de crescimento das raízes e dos ângulos das raízes seminais. Os pêlos radiculares foram avaliados visualmente. Os resultados mostraram que as linhagens apresentaram diferenças significativas quanto ao crescimento das raízes primárias e seminal, ângulos das raízes seminais e de pêlos radiculares, não obtendo diferença apenas para número de raízes seminais. A linhagem de milho L11 foi a que apresentou maior densidade de pêlos radiculares, ângulos e crescimento de raízes seminais. Conclui-se que as linhagens de milho L11 e L14 têm os maiores ângulos das raízes seminais; as linhagens L15 e L17 têm as maiores densidades de pêlos radiculares; a linhagem L11 sobressaiu com maior número de raízes seminais.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2013-11-13

How to Cite

VAZ DE MELO, A., MIRANDA, G.V., BRAUN, H., GALVÃO, J.C.C., SOUZA, C.R. de, SILVA, R.R. and BARROS, H.B., 2013. Seleção precoce e fenotipagem de linhagens de milho quanto à arquitetura das raízes seminais . Bioscience Journal [online], vol. 29, pp. 1532–1538. [Accessed4 December 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/11649.

Issue

Section

Agricultural Sciences