Livro: objeto em trânsito

Autores

  • Fábio Franzini
  • Nuno Medeiros

Resumo

Muito se escreveu, muito se propôs e muito se fez no campo da história do livro desde que Robert Darnton publicou seu célebre ensaio “What is the history of books?” no número do verão de 1982 da revista Daedalus.1 A interrogação do título, habilidosamente formulada para chamar a atenção para o despontar de “uma nova disciplina importante”, que adensava-se e alargava- se a ponto de então já parecer “uma exuberante floresta tropical” cujos exploradores mal conseguiam atravessar, há muito perdeu o sentido. Em larga medida graças ao trabalho do autor de O Iluminismo como negócio e de tantos outros nomes, tomar o produto livro, em suas múltiplas dimensões e conexões, como um objeto de análise tornou-se algo amplamente praticado mundo afora. Por historiadores, sim, e por sociólogos, antropólogos, teóricos da literatura e mesmo estudiosos de áreas bastante distintas entre si, da comunicação ao design gráfico, da tradução à economia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

DARNTON, Robert. "What is the history of books?" revisited. Modern Intellectual History, v. 4, n. 3, Cambridge (UK), 2007. Tradução brasileira: “O que é a história do livro” revisitado. ArtCultura: Revista de História, Cultura e Arte, v. 10, n. 16, Uberlândia, jan.-jun. 2008.

DARNTON, Robert. What is the history of books. Daedalus, v. 111, n. 3, Cambridge (Massachussetts), Summer 1982. Republicado em O beijo de Lamourette: mídia, cultura, revolução. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

Dossiê: História, livros & leitura. ArtCultura: Revista de História, Cultura e Arte, v. 24, n. 44, Uberlândia, jan.-jun. 2022.

HANSEN, João Adolfo. O que é um livro? Cotia-São Paulo: Ateliê e Edições Sesc São Paulo, 2019.

Downloads

Publicado

2023-06-30

Como Citar

Franzini, F., & Medeiros, N. (2023). Livro: objeto em trânsito. ArtCultura, 25(46), 7–8. Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/artcultura/article/view/71181

Edição

Seção

Dossiê – Passagens do livro: história(s) transnacional(is) dos trânsitos editorais