Corpo heroico, ideal flaviano: uma leitura da Argonáutica de Valério Flaco

Autores

  • Natan Henrique Taveira Baptista

DOI:

https://doi.org/10.14393/artc-v21-n38-2019-50160

Palavras-chave:

Argonáutica, Valério flaco, corpo heroico

Resumo

Neste artigo, interpretam-se as representações corporais heroicas da Argonáutica de Valério flaco para, em seguida, localizá-las politicamente no recém-iniciado Principado de Vespasiano. Primeiramente, apresentam-se as contribuições que o exame do gênero épico mitológico, especialmente dos seus componentes factuais e ficcionais, oferece para a Epistemologia histórica. Em seguida, investigam e analisam-se os aspectos mitopoéticos relacionados ao corpo heroico flaquiano, a partir do espírito agônico e emulativo da tradição literária na antiguidade clássica. constata-se que a construção do herói feita por flaco, bem como da sua dimensão corporal, está assentada primeiramente sobre virtudes atléticas e bélicas, além de expansionistas, como a audácia, a honra, a fama e a glória. assim, flaco atualiza o herói épico ao contexto de emergência dos flávios, no qual era esperada a ênfase na habilidade militar, uma vez que a atual governança havia ascendido pelo domínio dessa aptidão. Finalmente, conclui-se que a épica flaquiana e o ideal heroico de Jasão, em especial, aludem e promovem o novo regime e a recém-fundada dinastia.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natan Henrique Taveira Baptista

Doutorando pelo Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (capes). Coorganizador do livro Ludus: poesia, esporte, educação. Vitória: PPgl, 2018.

Referências

BACHELARD, Gaston. A epistemologia. Lisboa: Ed. 70, 2006.

BACHELARD, Gaston. A formação do espírito científico. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.

BELTON, James Hampton (ed.). An encyclopedia of ancient Greek and Roman mythology. New York: Guttenberg, 2009.

BETTINI, Maurizio. As reescritas do mito. In: CAVALLO, Guglielmo, FIDELI, Paolo e GIARDINA, Andrea (org.). O espaço literário da Roma Antiga. A produção do texto. Belo Horizonte: Tessitura, 2010, v. 1.

CAMPBELL, Joseph. O herói de mil faces. São Paulo: Cultrix, 1949.

CHADWICK, John. The Mycenaean world. New York: Cambridge University, 1999.

DIXON, Peter. Rhetoric. London: Methuen, 1971.

DOMINIK, William John. Monarchal power and imperial politics in Statius. Thebaid. Ramus, Cambridge, v. 18, issue 1-2, 1989.

FLORES, Guilherme Gontijo. Épica, lírica e tragédia nas Argonautica de Apolônio de Rodes. Organon, Porto Alegre, n. 49, 2010.

GOUVÊA JÚNIOR, Márcio Meirelles. O herói das argonáuticas latinas. Em tese, v. 12, 2008.

HEEHS, Peter. Myth, history, and theory. History and theory, Middletown, v. 33, n. 1, 1994.

HUNTER, R. L. ‘Short on Heroics’: Jason in the Argonautica. The Classical Quarterly, Cambridge, v. 38, n. 2, 1988.

JONES, Brian W. The Emperor Titus. New York: St. Martin’s, 1984.

MARCH, Jenny. Cassell's dictionary of classical mythology. London: Cassell & CO, 2001.

MANUWALD, Gesine e VOIGT, Astrid (ed.). Flavian epic interactions. Berlin: De Gruyter, 2013.

MCGRATH, Sean. Valerius Flaccus’ Argonautica: Flavian propaganda, or covert inspiration for Republic-minded elites? Lexington: Modern and Classical Languages, Literatures and Cultures Department, University of Kentucky, 2014.

NEWLANDS, Carole E. Statius’ Silvae and the poetics of Empire. Cambridge: Cambridge University, 2002.

PORTELA FILHO, Raimundo Nonato Araujo. A epistemologia histórica de Gaston Bachelard. Pesquisa em Foco: Educação e Filosofia, São Luís, v. 3, n. 3, a. 3, 2010.

REBOUL, Olivier. Introdução à retórica. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

SILVA, Camilla Ferreira Paulino da. A construção da imagem de Otávio, Cleópatra e Marco Antônio entre moedas e poemas (44 a 27 a.C.). Dissertação (Mestrado em História) – Centro de Ciências Humanas e Naturais-Ufes, Vitória, 2014.

STARK, Caroline. A Companion to Latin Epic, ca. 14-96 CE. Manuscrito em contrato com a Wiley-Blackwell cedido pelo autor, 2015.

STOVER, Tim. Epic and Empire in Vespasianic Rome: a new reading of Valerius Flaccus’ Argonautica. Oxford: Oxford University, 2012.

TESSER, Gelson João. Principais linhas epistemológicas contemporâneas. Educar em Revista, Curitiba, n. 10, 1994.

VASTA, Michael, op. cit., JONES, Brian W. The emperor Domitian. New York: Routledge, 1992.

ZISSOS, Andrew. Valerius Flaccus. In: FOLEY, John Miles (ed.). A companion to ancient epic. Oxford: Blackwell, 2005.

Downloads

Publicado

2019-06-12

Como Citar

Taveira Baptista , N. H. . (2019). Corpo heroico, ideal flaviano: uma leitura da Argonáutica de Valério Flaco. Artcultura, 21(38), 73–89. https://doi.org/10.14393/artc-v21-n38-2019-50160

Edição

Seção

Dossiê: História & poesia épica