Guerra Peixe e os maracatus no Recife: trânsitos entre gêneros musicais (1930-1950)

Autores

  • Isabel Cristina Martins Guillen

Resumo


Este artigo discute as relações culturais construídas em torno dos maracatus nas décadas de 1930 a 1950 na cidade do Recife, principalmente os trânsitos que a música promoveu entre compositores eruditos, artistas populares e grupos considerados folclóricos. Seu objetivo é demonstrar que nesses trânsitos as ressignificações culturais são amplas e complexas, e seu entendimento pressupõe a reconstituição das redes sociais e culturais em que se deram.

PALAVRAS-CHAVE: maracatus; Guerra Peixe; Recife.

ABSTRACT

This article discusses the cultural relationship constructed around maracatus from the decades of 1930 to 1950 in the city of Recife, mainly of the popular traffic that music promoted between erudite composers, artists and so-called folk groups. The objective was to demonstrate that in this traffic the cultural means are wide and intricate, and its understanding presumes the reconstitution of the social and cultural nets in which they took place.

KEYWORDS: maracatus; Guerra Peixe; Recife.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isabel Cristina Martins Guillen

Doutora em História Social pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Professora do Departamento de História da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Autora, entre outros livros, de Errantes da selva: histórias da migração nordestina para a Amazônia. Recife: Editora da UFPE, 2006. iguillen@uol.com.br

Downloads

Como Citar

Martins Guillen, I. C. (2008). Guerra Peixe e os maracatus no Recife: trânsitos entre gêneros musicais (1930-1950). Artcultura, 9(14). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/artcultura/article/view/1460

Edição

Seção

Artigos