Déficit em Conta Corrente, Investimentos e Gasto Público no Brasil: Uma Análise Empírica

Autores

  • Cleomar Gomes da Silva Universidade Federal de Uberlândia
  • Denílson Torcate Lopes
  • Victor Scalet Viegas Alves FAAP - SP

Resumo

O objetivo deste artigo é estudar empiricamente a relação entre saldo em transações correntes, investimentos e gastos públicos no Brasil. O intuito é verificar como se comporta a conta corrente frente a choques advindos da política fiscal e da necessidade de investimentos, e como isso influencia o crescimento econômico do país. A análise metodológica se vale de modelos de séries temporais para o período compreendido entre a implementação do Plano Real até meados de 2010. Em linhas gerais, o trabalho conclui que tanto o investimento quanto o gasto público provocam déficits em conta corrente, sendo o impacto mais forte advindo dos investimentos. Além disso, gastos públicos e investimentos precedem uma eventual deterioração de conta corrente. Isso significa que o país ainda está se valendo do crescimento com poupança externa, não gerando poupança doméstica suficiente para financiar investimentos de longo prazo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-04-05

Edição

Seção

Artigos