Perspectivas sobre os processos transmidiáticos e o Grupo de Pesquisa Games, Educação, Mídia e Sentido (GEMS)

Autores

  • Aline Cristina Camargo Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Brasil https://orcid.org/0000-0001-8854-1810
  • Antonio Francisco Magnoni Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Brasil https://orcid.org/0000-0002-6495-8045
  • Luciane de Fátima Giroto Rosa Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Brasil https://orcid.org/0000-0001-7787-2294
  • Elaine Regiane Damaceno Ribeiro Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Brasil
  • Janaina Leite de Azevedo Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Brasil https://orcid.org/0000-0002-9774-9215
  • Sillas Carlos dos Santos Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Brasil
  • Wellington César Martins Leite Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Brasil https://orcid.org/0000-0003-3675-4384
  • Giovani Vieira Miranda Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Brasil http://orcid.org/0000-0001-5708-4151

DOI:

https://doi.org/10.14393/par-v5n2-2020-56291

Palavras-chave:

Transmídia, GEMS, Gestão Midiática e Tecnológica

Resumo

Na primeira parte deste artigo fazemos um breve relato histórico sobre o surgimento dos meios de comunicação e organização do trabalho, da força convergente possibilitada pela informática e seus desdobramentos socioculturais. Na segunda parte, um resumo dos objetivos de cada um dos subgrupos que formam o GEMS e suas relações com os processos transmidiáticos. Formado por profissionais das mais diversas áreas, os estudos empreendidos no grupo seguem a linha de Gestão Midiática e Tecnológica do programa de pós-graduação em Mídia e Tecnologia da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC) UNESP de Bauru/SP.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBORNOZ, L. A. Poder, Medios y Cultura – uma mirada crítica desde la economia política de la comunicación. Buenos Aires: Paidós, 2011.

AMARAL, R. (Org.). Sociedade do conhecimento: novas tecnologias, risco e liderança. Lages: Ed. Uniplac, 2006.

BRASIL. SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Pesquisa Brasileira de Mídia 2016: Hábitos de consumo de mídia pela população brasileira. Disponível em: <http://www.secom.gov.br/atuacao/pesquisa/lista-de-pesquisas-quantitativas-e-qualitativas-de-contratos-atuais/pesquisa-brasileira-de-midia-pbm-2016.pdf/view >. Acesso em: 15 jul. 2020.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999. v. 1.

JANOTTI JR., J. S.; LIMA, T. R.; PIRES & NOBRE, V. de A. (orgs). Dez Anos a Mil: Mídia e Música Popular Massiva em Tempos de Internet. Porto Alegre: Simplíssimo, 2011.

JENKINS, H. Cultura da Convergência. São Paulo: Aleph, 2008.

JAPPE, A. As aventuras da mercadoria. Lisboa: Antígona, 2006.

MAGNONI, A. F. Primeiras aproximações sobre pedagogia dos multimeios para o ensino superior. 2001. Tese (Doutorado em Educação). Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Marília, 2001.

MIGUEL, L. Os meios de comunicação e a prática política, 2002. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ln/n55-56/a07n5556.pdf> Acesso em: 25 jul. 2020.

MITTELL, J. To Spread or to Drill? [s.l.]: Just TV, 2009. Disponível em: <http://justtv.wordpress.com/.../02/25/to-spread-or-to-drill/>. Acesso em: 14 jul. 2020.

ORTIZ, R. A Moderna Tradição Brasileira. Brasiliense: São Paulo, 1988.

SANTOS, M. A natureza do espaço. São Paulo: Hucitec, 1996.

SAVIANI, D. Educação: Do senso comum à consciência filosófica. 11 ed. Campinas, SP: Autores Associados, 1993.

SCHIFFMAN, L. & KANUK, L. Comportamento do Consumidor. 6. ed. Rio de Janeiro: Editora LTC, 2001.

SCOLARI, C. A. Ecología de los Medios – Entornos, Evoluciones e Interpretaciones. Barcelona: Editorial Gedisa, 2015.

SHAPIRO, C.; VARIAN, H. R. A economia da informação: como os princípios econômicos se aplicam à era da Internet. Elsevier Brasil, 2003.

TAPLIN, J. Move Fast and Break Things: How Facebook, Google, and Amazon Cornered Culture and Undermined Democracy. UK: Pan Macmillan, 2017.

TROTTA, F. Música e Mercado: a Força das Classificações, Contemporânea – Revista de Comunicação e Cultura, vol. 3. n. 2, 2005. Disponível em: <https://portalseer.ufba.br/index.php/contemporaneaposcom/article/view/3459>. Acesso em: 10 fev. 2020. DOI: https://doi.org/10.1017/s000768051800020x.

Downloads

Publicado

2020-12-28

Como Citar

Camargo, A. C., Magnoni, A. F. ., Giroto Rosa, L. de F. ., Ribeiro, E. R. D., Azevedo, J. L. de, Santos, S. C. dos, Leite, W. C. M., & Miranda, G. V. (2020). Perspectivas sobre os processos transmidiáticos e o Grupo de Pesquisa Games, Educação, Mídia e Sentido (GEMS). Paradoxos, 5(2), 246–264. https://doi.org/10.14393/par-v5n2-2020-56291