VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL: O CONTEXTO DA PANDEMIA DE COVID-19 NO ANO DE 2020

Autores

  • Vitória de Jesus Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Eva Teixeira dos Santos Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

DOI:

https://doi.org/10.14393/Hygeia64230

Palavras-chave:

Feminicídio, Pandemia, Quarentena

Resumo

Entendendo que, anualmente, se nota um aumento dos casos de agressão à mulher, o presente trabalho tem por objetivo evidenciar como os casos de violência doméstica vem ocorrendo em contexto de pandemia, sobretudo na condição específica de isolamento desencadeado pelas fases restritivas no estado de Mato Grosso do Sul no ano de 2020. Como muitos dos casos em que ocorre violência contra a mulher geralmente se possuí o vínculo parental ou matrimonial entre agressor e vítima, se busca compreender como ocorre o acréscimo desses casos e onde há o maior foco do fenômeno no recorte espacial estudado. Fora isso se busca compreender o desfecho dos casos, como prisão do agressor ou concretização do feminicídio, e a forma de obtenção de ajuda em período específico de quarentena e isolamento social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitória de Jesus, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Acadêmica do curso de Licenciatura em Geografia, PIVIC/CPAQ/UFMS

Downloads

Publicado

2022-02-18

Como Citar

DE JESUS, V.; DOS SANTOS, E. T. VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL: O CONTEXTO DA PANDEMIA DE COVID-19 NO ANO DE 2020 . Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], p. 61–73, 2022. DOI: 10.14393/Hygeia64230. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/64230. Acesso em: 15 ago. 2022.