PERCEPÇÃO DE RISCO VERSUS PERIGO REAL: UM ESTUDO DE CASO SOBRE RESÍDUOS DOS SERVIÇOS DE SAÚDE

Autores

  • Ezequiel Vieira dos Santos Programa Pós-Graduação Análise Ambiental Integrada Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Diadema, Brasil
  • Luciana Aparecida Farias Programa Pós-Graduação Análise Ambiental Integrada Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Diadema, Brasil
  • Giovano Candiani Programa Pós-Graduação Análise Ambiental Integrada Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Diadema, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.14393/Hygeia17058557

Palavras-chave:

Percepção, Resíduos de Serviços de Saúde, Meio Ambiente

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo avaliar a percepção de risco de trabalhadores que realizavam o manuseio de Resíduos dos Serviços de Saúde (RSS) de uma unidade hospitalar na região metropolitana de São Paulo. Buscando responder as seguintes questões de investigação: 1) seria a falta de conhecimento em relação ao perigo que os RSS apresentam a responsável pela menor percepção de risco, assim favorecendo a ocorrência de acidentes? e 2) ou por outro lado, seria a estrutura organizacional de controle e descarte deste material a responsável pela imprudência e a destinação incorreta? Esta pesquisa teve caráter qualitativo, na forma de um estudo de caso, sendo que foi utilizado um questionário estruturado e a observação participante como estratégia para coleta de dados. A pesquisa foi submetida ao Comitê de Ética (CAAE 05572818.0.0000.5505/parecer n. 3318.211). Os resultados obtidos evidenciaram que a variável conhecimento teve menor impacto na percepção de risco e o que mais expunha os trabalhadores ao perigo era a infraestrutura. Portanto, concluiu-se que mesmo os trabalhadores tendo uma percepção de risco relativamente próxima ao perigo real, estes estavam sujeitos a acidentes e contaminações devido à infraestrutura disponibilizada pela organização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-11-02

Como Citar

DOS SANTOS , E. V. .; FARIAS, L. A. .; CANDIANI, G. . PERCEPÇÃO DE RISCO VERSUS PERIGO REAL: UM ESTUDO DE CASO SOBRE RESÍDUOS DOS SERVIÇOS DE SAÚDE. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 17, p. 276–292, 2021. DOI: 10.14393/Hygeia17058557. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/58557. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos