O ESCORPIONISMO NA ÁREA URBANA DE PALMAS-TOCANTINS

Autores

  • Rodrigo Mendonça de Oliveira Universidade Federal do Tocantins
  • Sandro Sidnei Vargas de Cristo Universidade Federal do Tocantins
  • Heguel Belmiro Souto de Albuquerque Centro de Zoonoses de Palmas/TO
  • Késia Abreu dos Santos Porto Universidade Federal do Tocantins/UFT
  • Jorge Luiz de Souza Centro de Zoonoses de Palmas/TO
  • Carla Simone Seibert Universidade Federal do Tocantins http://orcid.org/0000-0002-3988-7767

DOI:

https://doi.org/10.14393/Hygeia16052465

Palavras-chave:

Acidentes, Escorpiões, Epidemiologia

Resumo

Este estudo objetivou analisar o perfil dos acidentes por escorpiões, em Palmas - Tocantins. O tema foi escolhido devido ao processo de urbanização da cidade ter ocorrido desordenadamente, com a população ocupando locais com fauna bastante diversificada, entre elas a de escorpiões. Para avaliar o perfil epidemiológico dos acidentes e mapear as notificações realizadas no município, foram consultados os dados registrados entre o período de 2007 a 2013, junto ao Sistema de Informação de Agravos de Notificação. Com o intuito de identificar as espécies ocorrentes no município foi realizada busca ativa dos escorpiões nas residências, nas áreas de atividade coletiva da população ou áreas nativas da região. O perfil epidemiológico demonstrou frequência equivalente dos acidentes entre os indivíduos de ambos os sexos, com maior incidência de pessoas com idade entre 20 a 49 anos. Para o período de análise foram notificados 653 casos, sendo 521 no distrito sede do município. A espécie Tityus confluens foi a mais coletada, sendo possivelmente a responsável pela maioria dos acidentes. Sugere-se mobilização dos serviços de saúde para as áreas prioritárias do município e implementação de estratégias de vigilância e controle do escorpionismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08-09-2020

Como Citar

OLIVEIRA, R. M. de; CRISTO, S. S. V. de .; ALBUQUERQUE, H. B. S. de .; PORTO, K. A. dos S.; SOUZA, J. L. de .; SEIBERT, C. S. O ESCORPIONISMO NA ÁREA URBANA DE PALMAS-TOCANTINS. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 16, p. 137–158, 2020. DOI: 10.14393/Hygeia16052465. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/52465. Acesso em: 29 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos