REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE BUCAL NOS SETORES PÚBLICO E PRIVADO: DESIGUAL DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA NO MUNICÍPIO DE PELOTAS /RS

Autores

  • Erika Collischonn Universidade Federal de Pelotas
  • Kátia Cristina Dorneles Siqueira UFPEL
  • Eduardo Dickie de Castilhos UFPEL
  • Tania Izabel Bighetti UFPEL

DOI:

https://doi.org/10.14393/Hygeia143003

Palavras-chave:

serviços de saúde bucal. serviços privados de assistência à saúde. rede de cuidados continuados de saúde. especialidades odontológicas.

Resumo

Este artigo trata da coleta e organização de dados referentes aos serviços de saúde bucal nos setores público e privado no município de Pelotas/RS. Objetivou analisar a distribuição geográfica da Rede de Atenção à Saúde Bucal local. Foi gerado com dados secundários dos serviços públicos que contemplam cirurgiões-dentistas, fornecidos pela Supervisão de Saúde Bucal da Secretaria Municipal de Pelotas (SMSPel), e lista dos serviços odontológicos privados cadastrados no Serviço de Estabelecimento de Saúde da Vigilância Sanitária da SMSPel. Os dados (fim, razão/nome, logradouro, Código de Endereçamento Postal, ramo) foram transferidos para planilhas do programa Microsoft Office Excel® versão 2010. Para o posicionamento geográfico foi utlizado o programa Batch Geocoding Doogal® e para checagem dos endereços fora de sede não encontrados foi utilizado Google Earth®/Street View. Com o programa QGIS® versão 2.18 foram criadas, editadas, visualizadas e analisadas as informações geográficas. No setor público, os serviços que se apresentaram em maior número foram Unidades Básicas de Saúde com Estratégia de Saúde da Família com cirurgiões-dentistas, atuando de forma isolada. No setor privado foram consultórios com aparelhos de raios-X. Em relação à distribuição geográfica destacou-se a concentração na sede do município e, principalmente na região central. Os serviços do setor público estão melhor distribuídos no município e na cidade, também em relação aos que tem menor renda. As constatações podem auxiliar a Supervisão de Saúde Bucal da SMSPel no planejamento de novos serviços de forma a se obter progressos na perspectiva de gestão, melhorando assim aspectos de equidade e acessibilidade para população.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erika Collischonn, Universidade Federal de Pelotas

Professora do Departamento de Geografia UFPEL

Kátia Cristina Dorneles Siqueira, UFPEL

Acadêmica da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Pelotas/ RS

Eduardo Dickie de Castilhos, UFPEL

Prof Dr. da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Pelotas/ RS

Tania Izabel Bighetti, UFPEL

Profª. Drª. da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Pelotas/ RS

Downloads

Publicado

2019-02-05

Como Citar

COLLISCHONN, E.; SIQUEIRA, K. C. D.; CASTILHOS, E. D. de; BIGHETTI, T. I. REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE BUCAL NOS SETORES PÚBLICO E PRIVADO: DESIGUAL DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA NO MUNICÍPIO DE PELOTAS /RS. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 14, n. 30, p. 29–40, 2019. DOI: 10.14393/Hygeia143003. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/43376. Acesso em: 21 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos