AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM DE PRÁTICAS DE ENFERMAGEM NA PERSPECTIVA DE ESTUDANTES DE UM CURSO TÉCNICO

Autores

  • Beatriz Lemos Stutz Doutora em educação pela Universidade Federal de Uberlândia.
  • Clélia Regina Cafer de Oliveira Professora da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal de Uberlândia.
  • Rosa Maria de Sousa Martins Assistente Social da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal de Uberlândia.
  • Rosemeire Fabricio dos Santos Pedagoga da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal de Uberlândia.

DOI:

https://doi.org/10.14393/Hygeia132509

Resumo

O presente estudo aborda o sistema de avaliação utilizado para checar a aprendizagem de alunos ingressantes em um Curso Técnico em Enfermagem, da rede pública federal de ensino, referente a técnicas básicas na subfunção de práticas integradas I. O interesse por pesquisar este tema teve sua origem em frequentes queixas de estudantes deste curso quanto à insegurança e ao estresse gerado pela ansiedade, provocada pelo medo de errar e de fracassar, levando-os a uma possível reprovação. Diante disso, este estudo teve como objetivos analisar as influências do processo de avaliação dessa subfunção, realizada no ambiente de laboratório, sobre os estudantes do referido curso e quais as implicações dessa modalidade de avaliação em sua formação e motivação para aprender. Contextualizado no âmbito da pesquisa qualitativa, utilizou-se como referencial teórico a análise de conteúdo de Bardin. A amostra foi constituída por 17 estudantes do segundo período do curso, cujo número de participantes foi definido pela saturação nas respostas a um roteiro de entrevista semiestruturado. Os resultados apontam, entre outras questões, a necessidade de formação continuada dos educadores, que possibilite o diálogo permanente e a ressignificação do que seja avaliar. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-09-28

Como Citar

LEMOS STUTZ, B.; CAFER DE OLIVEIRA, C. R.; DE SOUSA MARTINS, R. M.; FABRICIO DOS SANTOS, R. AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM DE PRÁTICAS DE ENFERMAGEM NA PERSPECTIVA DE ESTUDANTES DE UM CURSO TÉCNICO. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 13, n. 25, p. 121–136, 2017. DOI: 10.14393/Hygeia132509. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/38652. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos