A EXPANSÃO DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA NO MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS - MINAS GERAIS

Autores

  • Sandra Célia Muniz Magalhães Doutora em Geografia/UNIMONTES
  • Káthia Viviane Ramos de Moura Mestranda em Geografia/UNIMONTES

Palavras-chave:

Leishmaniose, Incidência, Montes Claros

Resumo

A Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA) é uma antropozoonose que se encontra em crescente processo de urbanização. Constitui-se em um problema de saúde pública que, a partir da década de 1980 no Brasil, vem aumentando os números de casos registrados. A LTA é uma das afecções dermatológicas de grande preocupação devido a sua magnitude e o risco de produzir deformidade no ser humano, associando-se ao envolvimento psicológico. Dessa forma, o presente estudo objetiva discutir o aumento nos índices de ocorrência de leishmaniose tegumentar americana no município de Montes Claros - Minas Gerais. O processo metodológico constituiu-se em revisão bibliográfica e levantamento documental. Diante do aumento na notificação dos casos de LTA no município acima mencionado entre os anos de 2007 à 2013, denota-se a relevância deste estudo para a compreensão dos fatores que se correlacionam com a expansão da doença.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-28

Como Citar

MAGALHÃES, S. C. M.; RAMOS DE MOURA, K. V. A EXPANSÃO DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA NO MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS - MINAS GERAIS. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 11, n. 21, p. 80–92, 2015. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/32228. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos