CARTOGRAFIA DO SUICÍDIO NO BRASIL NO PER͍ODO 1979-2011

Autores

  • Adeir Archanjo da Mota UFGD - Universidade Federal da Grande Dourados

Palavras-chave:

Geografia da saúde, Análise espacial, Suicídio, Brasil.

Resumo

O presente estudo tem por objetivo analisar a distribuição espacial do suicídio no Brasil. Foram utilizados os dados oficiais e atualizados - período 1979 a 2011, fornecidos pelo IBGE e DATATUS. A análise espacial e o mapeamento a partir da análise estatística de dados absolutos e relativos nos permitiu identificar um padrão de distribuição espacial de suicídios. Inicialmente concentrados nas regiões Sul e Sudeste do país e em algumas capitais das demais regiões, nas décadas de 1980, 1990 e 2000 tendeu a se disseminar por todas as regiões e a se reforçar gradativamente onde já se contabilizavam casos, sendo exceção algumas espacialidades, das quais se destacam a região Amazônica, o Pantanal e a faixa litorânea do país.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adeir Archanjo da Mota, UFGD - Universidade Federal da Grande Dourados

Licenciado e Mestre em Geografia pela Universidade Estadual de Maringá. Doutor em Geografia pela UNESP/FCT-Presidente Prudente. Docente no curso de Geografia - FCH - UFGD. Líder do grupo de pesquisa GEOSVIDIH e pesquisador no Observatório de Geografia da Saúde.

Downloads

Publicado

2015-07-27

Como Citar

MOTA, A. A. da. CARTOGRAFIA DO SUICÍDIO NO BRASIL NO PER͍ODO 1979-2011. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 11, n. 20, p. 85–98, 2015. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/27840. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos