ESTUDO ECOLÓGICO DA DISTRIBUIÇÃO DE CASOS DE CÂNCER DE PELE NO ESTADO DE SÃO PAULO NO PER͍ODO DE 2000 A 2006

Autores

  • Luiz Felipe Silva Universidade Federal de Itajubá
  • Mariana Starling Universidade Federal de Itajubá
  • Reynaldo José Sant'Anna P. de Souza Hospital do Câncer de Ribeirão Preto (SP), Hospital do Câncer de Franca
  • Marcelo de Paula Corrêa Universidade Federal de Itajubá

Palavras-chave:

câncer de pele, epidemiologia, estudo ecológico, geoestatística

Resumo

Introdução: O câncer de pele representa um agravo importante no cenário da saúde pública no país. Na totalidade dos tumores malignos, ele responde por 25% da totalidade de casos novos estimados para 2010/2011, sendo classificado como o tipo de câncer mais prevalecente em nosso país. Objetivo: realizar um estudo epidemiológico do tipo ecológico, com ferramentas geoestastísticas, da distribuição de câncer de pele no estado de São Paulo. Método: Foram aplicados os parâmetros de incidência e de razão de incidência padronizada (RIP) de diagnósticos do agravo por município e ano de estudo. A análise espacial foi realizada para identificar regiões de risco. Resultados: As regiões norte, noroeste e central do estado apresentaram maiores valores da RIP. Já as regiões sul e sudeste apresentam valores menos expressivos da RIP. Conclusão: Foram apontadas regiões de destaque para a ocorrência da doença, mas há variáveis importantes que não foram controladas, como a de migração, que indica a necessidade de estudos com maior detalhamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Felipe Silva, Universidade Federal de Itajubá

Doutor em Saúde Pública pela FSP da Universidade de São Paulo. Professor Adjunto da Universidade Federal de Itajubá.

Mariana Starling, Universidade Federal de Itajubá

Engenheira ambiental pela Universidade Federal de Itajubá

Reynaldo José Sant'Anna P. de Souza, Hospital do Câncer de Ribeirão Preto (SP), Hospital do Câncer de Franca

Médico oncologista e mestre em medicina

Marcelo de Paula Corrêa, Universidade Federal de Itajubá

Doutor em Meteorologia pelo IAG da Universidade de São Paulo, professor adjunto da Universidade Federal de Itajubá

Downloads

Publicado

2012-06-06

Como Citar

SILVA, L. F.; STARLING, M.; DE SOUZA, R. J. S. P.; CORRÊA, M. de P. ESTUDO ECOLÓGICO DA DISTRIBUIÇÃO DE CASOS DE CÂNCER DE PELE NO ESTADO DE SÃO PAULO NO PER͍ODO DE 2000 A 2006. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 8, n. 14, p. 91–100, 2012. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/17079. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos