REFLEXOS DA POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA SOBRE A QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇAO DO MUNICÍPIO DE BELFORD ROXO-RJ NOS ANOS DE 2007 E 2008

Autores

  • Cássia Barreto Brandão UERJ
  • Diego Lellis de Carvalho UERJ

Palavras-chave:

poluição do ar, qualidade de vida, saúde pública

Resumo

A avaliação da qualidade do ar em um determinado espaço está estreitamente relacionada com as fontes de poluição atmosférica e com os elementos meteorológicos. Portanto a junção de tais fatores é responsável por definir o nível de qualidade do ar de determinada área e/ou local. Localizado na região metropolitana do Rio de Janeiro, o município de Belford Roxo, apresenta segundo dados de monitoramento da qualidade do ar, índices preocupantes de poluição atmosférica. A escassez de chuvas e a menor intensidade dos ventos durante o inverno propiciam e prolongam o maior acúmulo de poluentes atmosféricos e sua conseqüente concentração, principalmente no ambiente urbano, onde se encontram as maiores fontes poluidoras como as indústrias e veículos automotores, induzindo o agravamento dos sintomas de doenças do aparelho circulatório e respiratório. As análises das partículas totais em suspensão durante os anos de 2007 e 2008 no município de Belford Roxo demonstraram um provável comprometimento na saúde pública e, portanto, na qualidade de vida do cidadão belforroxense, devido à constante exposição ao material poluente encontrado na atmosfera, que se refletiu em um considerável aumento das taxas de mortalidade decorrentes de doenças do aparelho circulatório, respiratório e neoplasias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-12-21

Como Citar

BRANDÃO, C. B.; DE CARVALHO, D. L. REFLEXOS DA POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA SOBRE A QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇAO DO MUNICÍPIO DE BELFORD ROXO-RJ NOS ANOS DE 2007 E 2008. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 7, n. 13, 2011. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/17071. Acesso em: 7 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos