DISTRIBUIÇÃO DA LEPTOSPIROSE NOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DE SÃO PAULO NO PER͍ODO DE 2008 A 2010

Autores

  • Natasha Klain Belchior Faculdades Integradas Claretianas de Rio Claro -SP
  • Thiago Salomão de Azevedo Faculdades Integradas Claretianas de Rio Claro -SP

Palavras-chave:

Leptospirose, Estado de São Paulo, SIG, Epidemiologia

Resumo

A visão integrada dos problemas sociais através das variáveis sócio-econômicas e políticas conduzem a estudos multidisciplinares que buscam compreender e propor soluções à complexidade crescente dos problemas estudados. Porém, na maioria dos estudos desta natureza, o tratamento dos dados é efetuado de forma tradicional. Atualmente, esta perspectiva está sendo gradualmente substituída por modernas técnicas de análise espacial, contidas nos sistemas de informação geográfica, que possibilitam a integração e a manipulação de um grande volume de dados. Baseados nestas perspectivas o objetivo deste trabalho foi mapear as áreas com maior incidência de casos de leptospirose no Estado de São Paulo no período de 2008 a 2010, através de métodos cartogramas coropléticos. Os resultados mostram que as regiões Metropilitanas de São Paulo e Campinas são mais afetadas. O verão é a estação do ano que possui o maior número de casos desta doença.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natasha Klain Belchior, Faculdades Integradas Claretianas de Rio Claro -SP

Graduanda em Ciências Biológicas - Faculdades Integradas Claretianas de Rio Claro - SP

Thiago Salomão de Azevedo, Faculdades Integradas Claretianas de Rio Claro -SP

Ecólogo, Doutor em Geografia pela Unesp

Downloads

Publicado

2012-06-05

Como Citar

BELCHIOR, N. K.; AZEVEDO, T. S. de. DISTRIBUIÇÃO DA LEPTOSPIROSE NOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DE SÃO PAULO NO PER͍ODO DE 2008 A 2010. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 8, n. 14, p. 39–52, 2012. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/17062. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos