CIÊNCIA MÉDICA NA CIDADE DO SALVADOR. DUAS CADEIRAS, UM PROJETO: SANAR A DOENÇA DO ATRASO - MEDICAL SCIENCE IN THE CITY OF SALVADOR.THREE CHAIRS, ONE PROJECT: TO CORRECT THE DISEASE OF DELAY

Autores

  • Tânia Regina Braga Torreão Sá Departamento de Ciências Humanas e Letras da UESB

Palavras-chave:

Higienismo, Medicina Nervosa/Neurologia, Eugenia

Resumo

Os discursos assepsistas tinham a ambição de tentar mudar os destinos da cidade do Salvador, a partir da promoção do encaminhamento para o progresso inexorável. A ideia de progresso sob essa perspectiva aparece como um mito renovado por um aparato ideológico novo e que estava interessado em convencer que a história tem destino certo e glorioso. Este aparato era o científico, e, quem dentro do escopo destes conhecimentos mais absorveu polêmicas, foi sem sombra de dúvidas 2 cadeiras da Faculdade de Medicina da Bahia. Quais sejam: a Cadeira de Higiene e Cadeira de Medicina Nervosa/Neurologia que, em um período de 60 anos (de 1870 a 1930), são as responsáveis por 42% da produção acadêmica da mencionada instituição. Mantendo relações compromissos inequívocos com os modelos evolucionistas, tais discursos, tais produções, impuseram-se na qualidade de teorias que forneciam as justificativas teóricas mais amplamente aceitas para acolher as práticas imperialistas de dominação. Na realidade, tanto o Higienismo, quanto a Medicina Cirúrgica ou Medicina Nervosa/Neurologia instituem interesses na formação de uma nova imagem para o Brasil, que deveria apresentar-se, a partir da ruptura com o modelo de desenvolvimento escravista, como um espaço geográfico moderno, industrioso, civilizado e científico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tânia Regina Braga Torreão Sá, Departamento de Ciências Humanas e Letras da UESB

Doutorado (Incompleto) pela Universidade Federal da Bahia (2010), Mestrado em Geografia pela Universidade Federal da Bahia (2001) e Graduação em Geografia pela Universidade Federal da Bahia (1996). Desde 08/2001 é Professora Assistente do Departamento de Ciências Humanas e Letras da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (DCHL/UESB). Tem experiência na área de Geografia e Educação. Na Geografia, ênfase em Geografia Cultural, atuando principalmente nos seguintes temas: Geografia da Saúde, Geografia Médica, Geografia Urbana e Geografia Urbana Histórica. Na Educação, ênfase em Metodologia do Ensino da Geografia e Educação no Campo.

Downloads

Publicado

2011-02-02

Como Citar

SÁ, T. R. B. T. CIÊNCIA MÉDICA NA CIDADE DO SALVADOR. DUAS CADEIRAS, UM PROJETO: SANAR A DOENÇA DO ATRASO - MEDICAL SCIENCE IN THE CITY OF SALVADOR.THREE CHAIRS, ONE PROJECT: TO CORRECT THE DISEASE OF DELAY. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 6, n. 11, 2011. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/17004. Acesso em: 7 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos