AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS PARA RECREAÇÃO DE CONTATO PRIMÁRIO NA BACIA DO ALTO RIO DAS VELHAS,MG - AVALIAÇÃO OF RECREATIONAL WATER QUALITY OF PRIMARY CONTACT IN THE DAS VELHAS RIVER BASIN HIGH, MINAS GERAIS - BRAZIL

Autores

  • Frederico W.A Lopes Universidade Federal de Minas Gerias
  • Antônio Pereira Magalhães Jr Universidade Federal de Minas Gerais

Palavras-chave:

qualidade da água, balneabilidade, Alto Rio das Velhas

Resumo

O uso recreacional das águas, associado ao desenvolvimento da atividade turística, tem apresentado crescimento em diversos pontos da bacia do Rio das Velhas, destacando-se a presença de inúmeras cachoeiras em seu alto curso. No entanto, nota-se uma carência de estudos e programas de monitoramento que avaliem as condições de balneabilidade, o que pode proporcionar o contato de banhistas com águas contaminadas por efluentes domésticos e industriais. Desta forma, foram identificados os principais balneários da bacia, os quais foram avaliados e classificados com base nos resultados de análises de E.coli, conforme estabelecido pela Resolução CONAMA 274/2000. Dentre os balneários investigados, apenas a Cachoeira SAMSA apresentou-se sistematicamente imprópria para o banho, enquanto na estação chuvosa, outros balneários apresentaram condições impróprias para o uso recreacional das águas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Frederico W.A Lopes, Universidade Federal de Minas Gerias

Geógrafo -UFMG; Mestre em Engenharia Florestal-UFLA; Doutorando em Geografia e Análise Ambiental-UFMG.

Antônio Pereira Magalhães Jr, Universidade Federal de Minas Gerais

Geógrafo-UFMG, Mestre em Geografia-UFMG Doutor em Desenvolvimento Sustentável-UnB Professor Adjunto do Departamento de Geografia da UFMG.

Downloads

Publicado

2011-02-02

Como Citar

LOPES, F. W.; MAGALHÃES JR, A. P. AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS PARA RECREAÇÃO DE CONTATO PRIMÁRIO NA BACIA DO ALTO RIO DAS VELHAS,MG - AVALIAÇÃO OF RECREATIONAL WATER QUALITY OF PRIMARY CONTACT IN THE DAS VELHAS RIVER BASIN HIGH, MINAS GERAIS - BRAZIL. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 6, n. 11, 2011. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/17003. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos