Processo de urbanização da doença de Chagas na Argentina e no Brasil / URBANIZATION PROCESS OF CHAGAS DISEASES IN ARGENTINA AND BRAZIL

Autores

  • Jorge Amâncio Pickenheyn Universidade Nacional de San Juan - Argentina
  • Raul Borges Guimarães UNESP - PP
  • Samuel do Carmo Lima Universidade Federal de Uberlândia
  • Suzana Curto CONICET - Argentina

Resumo

A teoria clássica dos complexos patogênicos (Sorre) revolucionou a Geografia Médica na primeira metade do Século XX. As contribuições metodológicas dessa teoria precisam ser recuperadas para a análise da situação epidemiológica gerada recentemente pela sociedade urbana. Um grande desafio é incorporar nos postulados teóricos a discussão a respeito da desigualdade social, uma vez que é necessário compreender as estratégias sociais de adaptação no perfil de saúde da população pobre e rica, cada vez mais distante socialmente no mundo contemporâneo. As estratégias r e k, características dos dois grupos humanos respectivamente, demonstram a incrível influência de aspectos informacionais que evidenciam uma mudança estrutural dos complexos patogênicos nas sociedade urbanas de tal maneira que podem ser considerados, atualmente, como complexos técnico-patogênicos informacionais. Utilizando-se de casos emblemáticos da Argentina e do Brasil para explicar esse fenômeno, os autores do presente artigo argumentam que está em curso uma progressiva urbanização do complexo patogênico da Doença de Chagas. Palavras-chave: Doença de Chagas, Complexo técnico-patogênico informacional, Geografia da Saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Samuel do Carmo Lima, Universidade Federal de Uberlândia

Formado em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia, em 1980 (Licenciatura e Bacharelado); Mestre em Geociências, área de concnetração em Geoquímica, também pela Universidade Federal fluminense, em 1985; Doutor pela Universidade de São Paulo, em 1996. Professor da Universidade Estadual de Londrina de 3/1993 a 5/1986 e professor da Universidade Federal de Uberlândia, desde jan/1986.

Downloads

Publicado

2009-02-27

Como Citar

PICKENHEYN, J. A.; GUIMARÃES, R. B.; LIMA, S. do C.; CURTO, S. Processo de urbanização da doença de Chagas na Argentina e no Brasil / URBANIZATION PROCESS OF CHAGAS DISEASES IN ARGENTINA AND BRAZIL. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 4, n. 7, 2009. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/16920. Acesso em: 7 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos