O USO DE SIG NA ELABORAÇÃO DE UMA BASE DE DADOS DOS TRANSPLANTES RENAIS: UM ESTUDO DE CASO

Autores

  • Lucas Rodrigues Vieira Geógrafo pela UFU
  • Ademilton Bernardes dos Santos Médico do Hospital de Clínicas - UFU e MG/Transplantes
  • Jorge Luís Silva Brito Prof. Dr. da Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/Hygeia316871

Palavras-chave:

Sistema de Informação Geográfica, Transplante Renal, Mapeamento

Resumo

Este trabalho tem por objetivo a elaboração de uma base dados e espacialização de informações dos transplantados renais da Regional Oeste do MG-Transplante composta por oitenta e sete municípios, com sede no município de Uberlândia, onde foram coletados dados referentes aos tipos de doadores, sexos, etiologias, locais das sessões de hemodiálise, local de origem do paciente e realização de transplantes. As três últimas informações foram espcaializadas por município no ARCVIEW 3.2 e foram gerados os mapas temáticos. A geração e a manipulação dos dados dos transplantados renais entre 2002 e 2005, armazenada no sistema de informações geográficas, mostrou o grande potencial do uso dessas ferramentas para o planejamento do setor de saúde, uma vez que possibilitou uma visão espacial dos municípios que possuem pacientes renais transplantados neste período de tempo. No período de 2002 - 2005 foram realizados cento e vinte nove transplantes da Regional Oeste do MG, sendo setenta e um de doadores cadáveres, com 57% do sexo masculino e a etiologia mais comum, a Glomerulonefrite Crônica, com 27% dos casos. Apenas trinta e quatro municípios desta regional possuíam pacientes transplantados. Por análise comparativa entre os resultados, percebeu-se que o município de Uberlândia é referência em realização e captação renal. Esses resultados poderão ser úteis no auxílio do planejamento e na proposição de novas medidas que visem à melhoria do atendimento dos transplantados renais na Regional Oeste do MG-Transplante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

13-07-2007

Como Citar

VIEIRA, L. R.; SANTOS, A. B. dos; BRITO, J. L. S. O USO DE SIG NA ELABORAÇÃO DE UMA BASE DE DADOS DOS TRANSPLANTES RENAIS: UM ESTUDO DE CASO. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 3, n. 4, p. 24–36, 2007. DOI: 10.14393/Hygeia316871. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/16871. Acesso em: 20 mar. 2023.

Edição

Seção

Artigos