DIAGNÓSTICO DO PROBLEMA DO LIXO HOSPITALAR - O CASO DE CAMPINA GRANDE (PB) / Diagnosis of the problem of the solid residues hospitalar's problem - the case of Campina Grande (PB)

Autores

  • SALLYDELANDIA SOBRAL FARIAS

Resumo

A gestão adequada dos resíduos sólidos constitui-se num dos grandes desafios a serem enfrentados dentro da problemática do saneamento ambiental. Os resíduos sólidos têm sido considerados como um problema da sociedade moderna, sociedade de consumo, cujo modo de vida adotado privilegia a produção de bens de consumo de uso único, de conseqüência direta na quantidade e qualidade dos resíduos gerados. O presente trabalho constitui-se de um diagnóstico dos resíduos hospitalares da cidade de Campina Grande - Pb.Foi aplicado questionários em treze hospitais, os resultados demonstraram que a quantidade de resíduos gerados é de aproximadamente 22 toneladas, estes são destinados de forma seletiva ao lixão e a aterro sanitários no cemitério do araxá e José Pinheiro, só 10% dos entrevistados divergem deste resultado não obedecendo a lei vigente no pais. O setor de fiscalização terá que ser melhorado a fim de identificar se os resíduos estão sendo destinados adequadamente conforme legislação, inclusive acompanhando o lançamento destes resíduos no destino final.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-01-03

Como Citar

FARIAS, S. S. DIAGNÓSTICO DO PROBLEMA DO LIXO HOSPITALAR - O CASO DE CAMPINA GRANDE (PB) / Diagnosis of the problem of the solid residues hospitalar’s problem - the case of Campina Grande (PB). Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 2, n. 3, 2007. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/16857. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos