Meandros da contracultura no Brasil anos 70

Autores

  • Sheyla Castro Diniz

DOI:

https://doi.org/10.14393/artc-v23-n42-2021-61867

Resumo

Celso Favaretto vem lançando luz sobre a experiência contracultural brasileira desde a década de 1970. Um dos pioneiros no assunto, em 1979 publicou o incontornável Tropicália: alegoria alegria1 e seguiu desenvolvendo pesquisas em torno de figuras de proa como Hélio Oiticica2, dentre outras personalidades e debates acerca da arte e da cultura contemporâneas ao tropicalismo e ao chamado pós-tropicalismo. Exemplos a esse respeito são as reflexões tecidas em sua livre-docência3 e, antes disso, na primeira metade dos anos 1980 – quando no Brasil se ansiava pela abertura política e uma parcela dos intelectuais se concentrava em problemáticas consideradas mais urgentes –, o rico material sobre contracultura e cultura marginal e o dossiê vanguarda e pós-modernismo, respectivamente organizados nos números 5 e 7 de Arte em Revista4, periódico do Centro de Estudos de Arte Contemporânea (Ceac) da Universidade de São Paulo, do qual Favaretto era coordenador junto a Otília Arantes e Iná Camargo Costa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sheyla Castro Diniz

Mestre e doutora em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Pós-doutoranda em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMTAlta Floresta). Autora do livro “...De tudo que a gente sonhou”: amigos e canções do Clube da Esquina. São Paulo: Intermeios/Fapesp, 2017. 

Referências

Arte em Revista, ano 3, n. 5, São Paulo, maio 1981.

Arte em Revista, ano 5, n. 7, São Paulo, ago. 1983.

DINIZ, Sheyla Castro. Desbundados e marginais: MPB e contracultura nos “anos de chumbo” (1969-1974). Tese (Doutorado em Sociologia) – Unicamp, Campinas, 2017.

FAVARETTO, Celso. 60/70: da participação ao comportamental. Literatura e Sociedade, n. 29, São Paulo, jan.-jun. 2019.

FAVARETTO, Celso. 60/70: viver a arte, inventar a vida. In: LAGNADO, Lisette (org.). Catálogo da 27ª Bienal de São Paulo: seminários, 2006. Rio de Janeiro: Cobogó, 2008.

FAVARETTO, Celso. A contracultura, entre a curtição e o experimental. São Paulo: N-1, 2019 (Coleção Lampejos, v. 1).

FAVARETTO, Celso. A contracultura, entre a curtição e o experimental. Modus: Revista de História da Arte, v. 1, n. 3, Campinas, set.-dez. 2017.

FAVARETTO, Celso. A invenção de Hélio Oiticica. 2. ed. São Paulo: Edusp, 2015.

FAVARETTO, Celso. Arte e cultura nos anos 70: o pós-tropicalismo. In: Moderno, pós-moderno, contemporâneo: na educação e na arte. Tese (Livre-docência em Educação) – USP, São Paulo, 2004.

FAVARETTO, Celso. Tropicália, alegoria, alegria. 4. ed. Cotia: Ateliê, 2007.

Gal Costa. Fa-Tal – Gal a todo vapor. LP Philips, 1971.

HOLLANDA, Heloísa Buarque de (org.). Impressões de viagem: CPC, vanguarda e desbunde (1960/70). 5. ed. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2004.
HOLLANDA, Heloísa Buarque de (org.). 26 poetas hoje. 6. ed. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2007.

MARTINS, Luciano. A “geração AI-5” e maio de 68: duas manifestações intransitivas. Rio de Janeiro: Argumento, 2004.

NETO, Torquato. Os últimos dias de paupéria: do lado de dentro (org. Waly Salomão e Ana Maria da Silva Araújo Duarte). 2. ed. São Paulo: Max Limonad, 1982.

OITICICA, Hélio. Brasil diarreia. Arte em Revista, ano 3, n. 5, São Paulo, maio 1981.

SALOMÃO, Waly e NETO, Torquato (coord. e org.). Navilouca. Rio de Janeiro: Gernasa, 1974.

SANTIAGO, Silviano. Os abutres. In: Uma literatura nos trópicos. 2. ed. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

VELOSO, Caetano. Araçá azul. LP Philips, 1973.

VELOSO, Caetano. Prefácio. In: MAUTNER, Jorge. Deus da chuva e da morte. Goiânia: Kelps, 1997.

VELOSO, Caetano. Verdade tropical. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

VENTURA, Zuenir. A falta de ar [Visão, 1973]. In: GASPARI, Elio, HOLLANDA, Heloísa Buarque de e VENTURA, Zuenir. Cultura em trânsito: da repressão à abertura. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2000.

VENTURA, Zuenir. Vazio cultural. In: GASPARI, Elio, HOLLANDA, Heloísa Buarque de e VENTURA, Zuenir. Cultura em trânsito: da repressão à abertura. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2000.

Downloads

Publicado

2021-06-23

Como Citar

Castro Diniz, S. . (2021). Meandros da contracultura no Brasil anos 70. Artcultura, 23(42), 297–303. https://doi.org/10.14393/artc-v23-n42-2021-61867

Edição

Seção

Resenhas