“Restos da escravidão” e violência cotidiana: conflitos femininos expostos na primeira página da Gazeta de Notícias (1890)

Autores

  • Daniela Magalhães da Silveira

DOI:

https://doi.org/10.14393/artc-v23-n42-2021-61853

Resumo

Este artigo aborda a forma pela qual a precariedade da vida de mulheres pobres foi utilizada pela imprensa fluminense, produzida nos primeiros anos após a assinatura da Lei Áurea, para apoiar medidas policiais agressivas e divulgar um modelo de mãe e mulher idealizado pela República que se construía. A partir da análise de colunas publicadas no espaço do noticiário da Gazeta de Notícias ao longo de 1890, investiga as nuances de abordagem proposta por cada articulista, assim como a utilização de recursos caros aos literatos que pretendiam garantir certa fidelização do público leitor. Mostra como, para defender direitos que acreditavam possuir, aquelas mulheres recorreram a tradições e práticas oriundas da escravidão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Magalhães da Silveira

Doutora em História pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Professora do Instituto de História da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), onde atua na graduação e no Mestrado Profissional em Ensino de História (ProfHistória). Autora de Fábrica de contos: ciência e literatura em Machado de Assis. Campinas: Editora da Unicamp, 2010. 

Referências

A Estação, Rio de Janeiro, 15 jan. 1890.

ARIZA, Marília. Crianças/Ventre Livre. In: SCHWARCZ, Lilia e GOMES, Flávio (orgs.). Dicionário da escravidão e liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

BILAC, Olavo. Mulher! Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 10 maio 1890.

BILAC, Olavo. Pelas crianças. Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 6 maio 1890.

BRITTO, Augusto. Variedade – A mulher e o direito penal. A Estação, Rio de Janeiro, 30 set. 1890.

CAULFIELD, Sueann. Em defesa da honra: moralidade, modernidade e nação no Rio de Janeiro (1918-1940). Campinas: Editora da Unicamp, 2000.

CHALHOUB, Sidney, NEVES, Margarida de Sousa e PEREIRA, Leonardo Affonso. Apresentação. In: História em cousas miúdas: capítulos de história social da crônica no Brasil. Campinas: Editora da Unicamp, 2005.

CHALHOUB, Sidney. Posfácio. In: BADARÓ, Francisco Coelho Duarte. Fantina: cenas da escravidão. São Paulo: Chão, 2019.

Diário de Notícias, Rio de Janeiro, 6 jan. 1890.

ESTEVES, Martha Abreu. Meninas perdidas: os populares e o cotidiano do amor no Rio de Janeiro da Belle Époque. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 10 fev.1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 10 maio 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 11 maio 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 12 ago. 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 12 jun. 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 13 fev. 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 13 maio 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 14 e 20 ago. 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 14 jan. 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 14 out. 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 15 out. 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 16 jan. 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 16 out. 1890.
Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 17 maio 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 18 jan.1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 18 maio 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 18 out. 1888.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 19 set. 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 20 dez. 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 20 maio 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 22 jan. 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 26 abr. 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 28 set. 1888.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 5 jan. 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 8 maio 1890.

Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro, 9 maio 1890.

Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, 14 out. 1890.

Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, 16 jan. 1890.

Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, 5 jan. 1890.

LOPES, Aristeu Elisandro Machado. Os aniversários da abolição da escravatura e a imprensa ilustrada do Rio de Janeiro (1890-1902). Topoi, v. 17, n. 33, Rio de Janeiro, jul.-dez. 2016.

MAIA, Ludmila de Souza. Viajantes de saias: escritoras e ideias antiescravistas numa perspectiva transnacional (Brasil, século XIX). Revista Brasileira de História, v. 34, n. 68, São Paulo, 2014.

MARTINS, Ana Paula Vosne. Bondade, substantivo feminino: esboço para uma história da benevolência e da feminilização da bondade. História: Questões & Debates, n. 59, Curitiba, jul.-dez. 2013.

MORAES, Emiliana R. de F. Ao estado livre de S. Paulo. A Família, Rio de Janeiro, 16 jan. 1890.

NEVES, Margarida de Souza. Uma escrita do tempo: memória, ordem e progresso nas crônicas cariocas. In: CANDIDO, Antonio. A crônica: o gênero, sua fixação e suas transformações no Brasil. Campinas-Rio de Janeiro: Editora da Unicamp/Fundação Casa de Rui Barbosa, 1992.

Novidades, Rio de Janeiro, 4 jan. 1890.

O Paiz, Rio de Janeiro, 13 jan. 1890.

O Paiz, Rio de Janeiro, 16 out. 1890.

PINHEIRO. Luciana de Araújo. A civilização do Brasil através da infância: propostas e ações voltadas à criança pobre nos anos finais do Império (1879-1889). Dissertação (Mestrado em História) – UFF, Niterói, 2003.

SANTIAGO, Silvana. Tal Conceição, Conceição de tal: classe, gênero e raça no cotidiano de mulheres pobres no Rio de Janeiro das primeiras décadas republicanas. Dissertação (Mestrado em História) – Unicamp, Campinas, 2006.

SILVEIRA, Daniela Magalhães da. Ler, ouvir música, ir ao teatro e discutir política: a educação das leitoras oitocentistas e os homens de letras da Estação. In: ENGEL, Magali, SOUZA, Flávia e GUERELLUS, Natália (orgs.). Os intelectuais e a imprensa. Rio de Janeiro: Mauad, 2015.

SLENES, Robert. Escravos, cartórios e desburocratização: o que Rui Barbosa não queimou será destruído agora? Revista Brasileira de História, v. 5, n. 10, São Paulo, mar.-ago. 1985.

SOUZA, Ana Paula Cardozo de. Machado de Assis e a República de “A Semana”: literatura, imprensa e práticas populares (1892-7). Dissertação (Mestrado em História) – Unicamp, Campinas, 2015.

TELLES, Lorena Féres da Silva. Teresa Benguela e Felipa Crioula estavam grávidas: maternidade e escravidão no Rio de Janeiro (século XIX). Tese (Doutorado em História) – USP, São Paulo, 2018.

Downloads

Publicado

2021-06-23

Como Citar

Magalhães da Silveira, D. . (2021). “Restos da escravidão” e violência cotidiana: conflitos femininos expostos na primeira página da Gazeta de Notícias (1890). Artcultura, 23(42), 84–99. https://doi.org/10.14393/artc-v23-n42-2021-61853

Edição

Seção

Dossiê: História social da literatura