Sobre as relações dialéticas entre história e literatura

Autores

  • Adriano Duarte
  • Denilson Botelho

DOI:

https://doi.org/10.14393/artc-v23-n42-2021-61850

Resumo

Os textos que o leitor tem em mãos neste dossiê partem de um pressuposto comum: a literatura é um documento do seu tempo e do seu lugar. Soa tautológico quando historiadores sugerem que um documento histórico deve ser compreendido como parte inseparável do seu contexto, como resultado dos embates sociais, políticos, culturais e econômicos do seu tempo, do seu lugar; e, simultaneamente, produto e produtor desse contexto. Mas é preciso dizê-lo novamente, e provavelmente ainda será necessário dizê-lo outras vezes, porque tomar a literatura como produto do seu tempo e lugar, como documento histórico, tem sido um pressuposto que tem afastado, de modo inconciliável, os historiadores dos críticos literários. Não de todos os críticos literários, por óbvio, mas sobretudo daqueles que insistem em atribuir à literatura um lugar especial, reservando a ela o lugar mais elevado da imaginação, da criação, da fantasia, da liberdade. Nos artigos reunidos nesta coletânea, ao contrário, a literatura é um produto material, tão material quanto pregos e parafusos, exatamente por isso, um produto do mundo, do contexto, dos conflitos que o formam e informam.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriano Duarte

Doutor em História pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Professor na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde atua nos cursos de graduação e pós-graduação em História. Pesquisador do CNPq. Coorganizador, entre outros livros, de E. P. Thompson: política e paixão. Chapecó: Argos, 2012.

Denilson Botelho

Doutor em História pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Professor do Departamento de História, do Programa de Pós-graduação em História e do Mestrado Profissional em Ensino de História (ProfHistória) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Autor, entre outros livros, de A pá- tria que quisera ter era um mito: história, literatura e política em Lima Barreto. 2. ed. Curitiba: Prismas, 2017.

Downloads

Publicado

2021-06-23

Como Citar

Duarte, A. ., & Botelho, D. . (2021). Sobre as relações dialéticas entre história e literatura. Artcultura, 23(42), 48–49. https://doi.org/10.14393/artc-v23-n42-2021-61850

Edição

Seção

Dossiê: História social da literatura