Enfoques críticos e alternativos sobre as relações de gênero em obras de José Lins do Rego

Autores

  • Victor Hugo Adler Pereira

DOI:

https://doi.org/10.14393/ArtC-V18n33-2016-2-09

Resumo

Este trabalho discute as peculiaridades, diante da produção literária e das perspectivas dominantes no meio intelectual brasileiro, do modo com que José Lins do Rego enfoca as relações de gêneros em sua obra, tomando por base dois de seus romances: O moleque Ricardo, publicado em 1935, e Usina, em 1936. O segundo livro dá continuidade ao enredo do primeiro, alternando o enfoque sobre as experiências no campo e na cidade de um jovem negro e pobre com as iniciativas de modernização da produção açucareira de um proprietário rural. Em torno dos personagens desses romances se tecem indagações sobre problemas relativos às relações de gênero, à organização da família e à prostituição, num momento de grandes transformações sociais motivadas pelo surto de modernização, desencadeado no país desde a década de 1920.

Palavras-chave: relações de gênero no romance brasileiro; homoerotismo na literatura brasileira; família e prostituição no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Victor Hugo Adler Pereira

Doutor em Letras Vernáculas/Literatura Brasileira pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professor do Instituto de Letras da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), onde atua no curso de graduação e no Programa de Pós-graduação em Letras. Pesquisador do CNPq. Bolsista-pesquisador do Programa Prociência Uerj/ Faperj. Autor, entre outros livros, de Nelson Rodrigues, o freudismo e o carnaval nos teatros modernos. Rio de Janeiro: 7Letras, 2012.

Downloads

Publicado

2017-03-27

Como Citar

Pereira, V. H. A. (2017). Enfoques críticos e alternativos sobre as relações de gênero em obras de José Lins do Rego. Artcultura, 18(33). https://doi.org/10.14393/ArtC-V18n33-2016-2-09

Edição

Seção

Artigos