AS FACES INSÓLITAS DA IARA

Autores

  • Daniele Mendes Sousa Universidade do Sul e Sudeste do Pará - UNIFESSPA
  • Danielle da Silva Rodrigues
  • Suellen Cordovil da Silva

DOI:

https://doi.org/10.14393/TES-v4n1-2021-63535

Palavras-chave:

Iara. A Iara do Rio Santana. Walcyr Monteiro. Gótico. Insólito.

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar a personagem Iara no conto “A Iara do Rio Santana”, no livro “Visagens, Assombrações e Encantamentos da Amazônia” (2019), de Walcyr Monteiro (1940-2019). A Iara é uma lenda que faz parte do folclore brasileiro; sendo assim, estudaremos sob uma perspectiva do gótico, insólito ficcional e o fantástico como modo. Além disso, buscamos embasamento nos estudos de Flávio Garcia (2012), que descreve o insólito como uma categoria ficcional comum a variados gêneros literários. Já para Marisa Gama-Khalil (2019) apud Furtado (2011), o fantástico é entendido como um modo que agrega textos e gêneros heterogêneos por meio de um aspecto em comum: o sobrenatural, integrando o conto de fadas, o gótico, o maravilhoso, o estranho, a ficção científica e outras modalidades.  Para complementar nossa base teórica, serão abordadas as ideias de Noël Carroll, especialmente a obra “The philosophy of horror” (1990). Também serão contempladas as obras “Folk-lore Brésilien” (1889), de Frederico José de Santa-Anna Nery e “Lendas Brasileiras” (2015) e “Geografia dos Mitos Brasileiros” (2012), de Câmara Cascudo. Dessa forma, pretendemos explorar a pluralidade que envolve as narrativas dessa personagem pelo viés gótico. Iara é um ser insólito que habita os rios amazônicos, carregando uma assustadora maldição: seu canto hipnotizante e sua beleza mortal a transformam em uma ceifadora de homens, atraindo-os para o fundo das águas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CABRAL, Cleber Araújo; TAVARES, Enéias; CORDOVIL, Suellen. Monstruosidades do Fantástico Brasileiro. Dialogarts. 1ª Edição digital. Rio de Janeiro, 2020.

CAMPRA, Rosalba. Los dobleces de la realidad. Exploraciones narrativas. León: Editorial EOLAS, 2019.

CATRACA LIVRE. Netflix: “Cidade Invisível". Disponível em: <https://catracalivre.com.br/entretenimento/netflix-cidade-invisivel-alcanca-o-sucesso-mas-esquece-do-protagonismo-indigena/> Acesso em: 24 fev 2021.

CARROLL, Noël. A filosofia do horror ou paradoxos do coração. Campinas: Papirus, 1999. 319 p. (trad. Roberto Leal Ferreira)

CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do Folclore Brasileiro. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1969.

CASCUDO, Luís da Câmara. Lendas Brasileiras. Global Editora. 1ª Edição digital. São Paulo, 2015.

CAVIGNAC, J; MOTTA, A. Retóricas do olhar e tramas da narrativa. XXVIII Encontro Anual da ANPOCS - Seminário temático n. 70, 2004.

FANTÁSTICO – modo – Dicionário Digital do Insólito Ficcional – e-DDIF. Disponível em: <http://www.insolitoficcional.uerj.br/f/fantastico-modo/>. Acesso em: 07 abr. 2021.

GUIA DO ESTUDANTE. Cidade Invisível revive o folclore brasileiro. Disponível em:<https://guiadoestudante.abril.com.br/dica-cultural/cidade-invisivel-revive-o-folclore-brasileiro/> Acesso em: 11 abr 2021

INSÓLITO FICCIONAL – Dicionário Digital do Insólito Ficcional – e-DDIF. Disponível em: <http://www.insolitoficcional.uerj.br/i/insolito-ficcional/>. Acesso em: 07 abr. 2021.

MONTEIRO, Walcyr. Visagens, Assombrações e Encantamentos da Amazônia. V. 02 Belém: 3C Editora, 2019.

NERY, Frederico de Santa-Anna. Folk-lore Brésilien - Poésie populaire - Contes et Légendes - Fables et Mythes - Poésie, Musique, Danses et Croyances des indies. Paris: Perrin et cie Libraires, 1889.

Downloads

Publicado

2022-01-16

Como Citar

MENDES SOUSA, D.; DA SILVA RODRIGUES, D.; CORDOVIL DA SILVA, S. AS FACES INSÓLITAS DA IARA. Téssera, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 46–60, 2022. DOI: 10.14393/TES-v4n1-2021-63535. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/tessera/article/view/63535. Acesso em: 19 maio. 2022.