Uma viagem rumo aos outros cantos rezendianos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/TES-v3n1-2020-57395

Palavras-chave:

Maria Valéria Rezende, Outros Cantos, Literatura de viagem, Literatura Contemporânea

Resumo

Este artigo examina como se configurou a literatura de viagem no Brasil, para delinear como é construída a narradora-viajante de Outros cantos, de Maria Valéria Rezende, e, em que medida a trama flerta e rompe com as características clássicas das narrativas de estrada nacionais. Somado a isso, outro ponto fundamental tratado será a relação entre a viagem e a figuração do tempo na narrativa. Para isso abordar-se-á os aspectos sublinhados, especialmente, pela estudiosa Flora Sussekind. No romance de Rezende a problemática do deslocamento é uma chave de leitura importante que permeia toda a narrativa.  A protagonista Maria é apresentada ao leitor, no plano do presente, dentro de um ônibus, rememorando uma experiência de quarenta anos atrás, durante uma viagem de retorno ao sertão nordestino, e no plano do passado, como uma espécie de forasteira recém-chegada a um desconhecido local, na mesma região. Visto que o relato de viagem está presente de forma central nos dois planos do enredo, constata-se que a viagem é um ponto essencial para a compreensão da narrativa, e por isso o foco desta investigação. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isabela Rodrigues Lobo, UFOP

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Letras (POSLETRAS) pela Universidade Federal de Ouro Preto, linha de pesquisa: Linguagem e Memória Cultural. Graduada em Letras - Licenciatura em Língua Portuguesa (2010) pela mesma instituição. Possui interesse pela área de Letras, com ênfase em Literatura, atuando principalmente com Literatura Brasileira Contemporânea, Relato de Viagem e Memória Cultural.

Referências

ASSMANN, J. “Communicative and cultural memory”. In: ERLL, A; NÜNNING, A. (Ed.). Cultural memory studies: an international and interdisciplinary handbook. Berlin; New York: De Gruyter, 2008. p. 109-118.

ASSMANN, A. Espaços da recordação: formas e transformações da memória cultural. Tradução de Paulo Soethe (coord.). Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2011.

HALBWACHS, M. A memória coletiva. Tradução de Beatriz Sidou. 2ª ed. SãoPaulo: Ed. Centauro, 2013.

REZENDE, M. V. Outros cantos. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2016.

SCHØLLHAMMER, Karl Eric. Ficção brasileira contemporânea. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2009.

SÜSSEKIND, F. O Brasil não é longe daqui: o narrador, a viagem. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

Downloads

Publicado

2020-12-02

Como Citar

RODRIGUES LOBO, I. Uma viagem rumo aos outros cantos rezendianos. Téssera, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 79–96, 2020. DOI: 10.14393/TES-v3n1-2020-57395. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/tessera/article/view/57395. Acesso em: 14 abr. 2024.