Miguel Torga e sua geografia nativa: paisagens inscritas.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/TES-v3n1-2020-57317

Palavras-chave:

Diários de Miguel Torga, Estudos de paisagem, Literatura portuguesa;, Prosa literária moderna

Resumo

A obra de Miguel Torga (1907-1995) é de reconhecida importância no contexto da literatura portuguesa do século XX. Disso são provas a recepção do Prêmio Camões em 1989 e a já extensa fortuna crítica publicada em Portugal e no Brasil. Um dos temas recorrentes nesses trabalhos críticos é a relação do escritor com a terra, a força telúrica tanto em sua prosa como na poesia. Neste artigo, trataremos das paisagens inscritas em sua escrita a partir do Diário de Miguel Torga (vols. I a VIII, de 1934 a 1959). Em muitas de suas anotações, o escritor demonstra a importância da geografia transmontana para configuração de sua escrita literária, sobretudo sua terra natal, S. Martinho de Anta (Concelho de Sabrosa) e espaços próximos. Na relação de Torga com essa paisagem, poderemos examinar determinadas linhas de compreensão de sua obra literária humanista e ética. Não à toa, em seu pseudônimo autoral, destaca-se “torga”, vegetação de montanha que se agarra às rochas, com suas raízes fortes e caule retilíneo, assim como sua escrita profundamente ligada à paisagem rural transmontana, agreste e rigorosa, mas profundamente sensível ao humano em sua miséria ou grandeza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CARVALHO, Tiago Mesquita. A paisagem no Diário de Miguel Torga. Philosophica, 42, Lisboa, 2013, pp. 163-181.

COLLOT, Michel. La pensée-paysage. Philosophie, Arts, Littérature. Paris: Actes Sud /ENSP, 2011.

______. Poética e filosofia da paisagem. Rio de Janeiro: Oficina Raquel, 2013.

SOUSA, Carlos Mendes de. Cartas para Torga. In Jornal de Letras, Artes e Ideias, Lisboa, 15 a 28 de janeiro de 2020, p.12.

RICHARD, Jean-Pierre. Pages Paysages. Microlectures II. Paris: Éditions du Seuil, 1984.

TORGA, Miguel. Diário (volumes I a IV e V a VIII). Lisboa: Círculo de Leitores, 2001.2v.

______. Diário XVI. Ed do Autor, 1993.

______. Portugal. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1996.

Downloads

Publicado

2020-12-02

Como Citar

ALVES, I. Miguel Torga e sua geografia nativa: paisagens inscritas. Téssera, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 65–78, 2020. DOI: 10.14393/TES-v3n1-2020-57317. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/tessera/article/view/57317. Acesso em: 15 ago. 2022.