Imaginário: derivações de métodos no Brasil

Autores

  • Danielle Perin Rocha Pitta Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.14393/TES-V1n1-2018-10

Palavras-chave:

Imaginário, Gilbert Durand, Mitodologia, AT-9, Brasi

Resumo

O Imaginário na perspectiva do antropólogo Gilbert Durand, desde 1974, tem tido grande repercussão no Brasil. Teoria e métodos são cada vez mais utilizados nos diversos campos do saber, seja o AT-9 (Arquétipo teste de 9 elementos do psicólogo Yves Durand), seja a mitodologia (mitanálise e mitocrítica). A diversidade de interesses provocou a criação de derivações de métodos, principalmente em relação ao AT-9, como o ATL-9 direcionado para arquitetura e urbanismo. Os dados estatísticos expostos dão uma idéia da importância destes estudos na Academia brasileira.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danielle Perin Rocha Pitta, Universidade Federal de Pernambuco

Antropóloga, professora aposentada associada do Departamento de Antropologia e Museologia da Universidade Federal de Pernambuco, Recife - Brasil. Obteve o doutorado na Universidade de Grenoble sob a direção de Gilbert Durand, e um pós-doutorado na Universidade Paris V, sob a direção de Michel Maffesoli. Coordena o Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre o Imaginário por ela fundado em 1975 e é presidente da Associação Ylê Setí do Imaginário (Recife). Entre suas atividades acadêmicas, realiza pesquisas sobre o imaginário norte/nordeste do Brasil e organizou entre 1976 e 2011, dezesseis congressos internacionais : os Ciclos de estudos sobre o Imaginário.

Referências

CAVALCANTI, C. A. O Imaginário da Inquisição: Desmitologização de Valores no Tribunal do Santo Ofício, no Direito Inquisitorial e nas Narrativas do Medo de Bruxa (Portugal e Brasil, 1536-1821). Doutorado em História. Universidade Federal de Pernambuco. Brasil. 2001

DURAND, G. As estruturas antropológicas do imaginário – Martins Fontes - 1997

DURAND, G. L'anthropologie et les structures du complexe – Sociétés 2007/4 (n° 98) https://www.cairn.info/revue-societes-2007-4-page-7.htm. Acesso em 28 de Julho 2018)

DURAND, G. L'Âme tigrée, Paris, Denoël, 1980.

DURAND, G. L’imaginaire. Essai sur les sciences et la philosophie de l’image. Paris: Hatier, 1994

DURAND, G. Figures mythiques et visages de l’œuvre. De la mythocritique à la mythanalyse, Paris, Berg International, 1979

GARCEZ, Rita. O muro do Cemitério. Polissemia de uma escola. Dissertação de Mestrado em Antropologia – PPGA/UFPE - 2000

MAFFESOLI, Michel. La Conquête du présent. Pour une sociologie de la vie quotidienne, Paris, PUF 1979

OLIVEIRA, Elda Rizzo de. Comunicação mediática, modelo biomédico e curas mediúnicas - Cronos, Natal-RN, v. 7, n. 1, p. 105-126, jan./jun. 2006

OLIVEIRA, E. R. Representações de doença e estratégias de cura: os magos da ciência e os cientistas da magia. In: BOTAZZO, C.; TORRES, S. Ciências sociais e saúde bucal: questões e perspectivas. São Paulo. Ed. UNESP, 1998

PITTA, Tania. In Discutindo o Imaginário: olhares multidisciplinares; Ed. UFPE – 2015

PORTANOVA BARROS, A. T. M. (Org.) Anais II Congresso do CRI2i. A Teoria Geral do Imaginário 50 anos depois: conceitos, noções, metáforas. Porto Alegre. Brasil, 2015

ROCHA PITTA, D. Fractalité et nouvelles constellations mythiques au Brésil, Loxias 2 (janv. 2004), mis en ligne le 15 janvier 2004, URL : http://revel.unice.fr/loxias/index.html?id=872. Acesso em 28 de julho de 2018)

ROCHA PITTA, D. O corpo inserido em diversas lógicas culturais: uma poética da sexualidade. Bagoas v. 2, n. 03 – 2008

ROCHA PITTA D.P.: Para uma arquitetura sensível. Revista de Antropologia (PPGA/UFPE), UFPE Recife, 1998.

RUBIO, K. O atleta e o mito do herói: o imaginário esportivo contemporâneo – Paperback – 2001

SODRÉ, Muniz. Jogos extremos do espírito, Rocco Ed., 1994

SODRÉ, Muniz. Pensar Nagô. Ed. Vozes, 2017

THOMAS, Jöel (org.). Introduction aux méthodologies de l’imaginaire. Paris: Ellipses, 1998

TURCHI, Maria Zaíra. Literatura e Antropologia do Imaginário. Brasília: UnB, 2003.

VOTRE, S. (org.) : Imaginário & representações sociais em: educação física, esporte e lazer. Rio de Janeiro: Ed. Gama Filho, 2001

WUNENBURGER , J. J. Imaginaires du Politique. Ellipses, Coll. Philo, 2001

Downloads

Publicado

2018-11-26

Como Citar

ROCHA PITTA, D. P. Imaginário: derivações de métodos no Brasil. Téssera, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 154–172, 2018. DOI: 10.14393/TES-V1n1-2018-10. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/tessera/article/view/43241. Acesso em: 16 ago. 2022.