Nos caminhos da História Social: os desafios das fontes orais no trabalho do historiador

Autores

  • Heloisa Helena Pacheco Cardoso Universidade Federal de Uberlândia

Resumo

Este texto apresenta reflexões sobre o uso das fontes orais na história social, com o intuito de compartilhá-las com outros historiadores que lidam com essa temática. Pensar as mudanças nas formas de lidar com as narrativas orais como efeitos positivos da chamada crise da história e da historiografia, acentuada nos anos de 1980, foi o nosso ponto de partida para analisarmos como as noções de experiência e sujeito são essenciais na interpretação do que as pessoas narram.

PALAVRAS-CHAVE: Fontes orais. Experiência. Sujeito.

ABSTRACT: This paper presents reflections regarding the use of oral sources in the area of social history, with the aim to share the information with other researchers. To think of the changes that occurred in the handling way of the oral narrative like the positive effects in the history crisis and the historiography, increased during the 1980s, we started to analyze how the experience and the subject are essential in the interpretation of what people tell.

KEYWORDS: Oral sources. Experience. Subject.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heloisa Helena Pacheco Cardoso, Universidade Federal de Uberlândia

Professora do Programa de Pós-Graduação em História e dos Cursos de Graduação em História/UFU. Doutora em História Econômica pela USP. Pós doutorado pela PUC/SP.

Downloads

Publicado

2010-07-14

Como Citar

CARDOSO, H. H. P. Nos caminhos da História Social: os desafios das fontes orais no trabalho do historiador. Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 23, n. 42, 2010. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/19284. Acesso em: 2 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Fontes Orais: Perspectivas de Investigação