Entre veredas e arrabaldes: histórias de escravos e forros na Comarca de Nazaré. Bahia, 1830-1850

Autores

  • Wellington Castelucci Júnior

Resumo

O presente artigo apresenta resultados parciais de um estudo mais amplo que venho desenvolvendo sobre a região do baixo sul do Recôncavo baiano na primeira metade do século XIX. O seu objetivo principal é discutir de que modo escravos libertos viveram e formularam diferentes estratégias de sobrevivência em um período de intensificação dos processos disciplinares, os quais tentaram limitar as ações da gente considerada perigosa.

PALAVRAS-CHAVE: Escravidão. Liberdade. Africanidade. Solidariedade.

ABSTRACT: The present article shows resulted from a more wideranging study that I come developing on the region of the low south of the Recôncavo baiano during first half of the nineteenth century. This objective is to reflects the way of life of slaves and ex-slave when severe punishments were praticided for authorities of discipline them. This authorities tried to limit the actions of considered people dangerous.

KEYWORDS: Slavery. Freedom. Africanidade. Solidarity.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-08-17

Como Citar

CASTELUCCI JÚNIOR, W. Entre veredas e arrabaldes: histórias de escravos e forros na Comarca de Nazaré. Bahia, 1830-1850. Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 1, n. 39, 2009. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/19196. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos