Africanos e a formação de identidades no além-mar: um estudo de etnicidade na experiência africana no Rio de Janeiro do século XIX

Autores

  • Camilla Agostini

Resumo

Este trabalho analisa a incorporação de etnônimos como referências identitárias por centro-africanos no sudeste brasileiro do século XIX. A memória sobre um passado vivido na Africa é abordada através das respostas sobre família e terra natal em processos criminais. A abordagem desta memória, da nação de escravos feitores e de um evento que trata de uma fricção étnica nos permite inferir sobre aspectos da etnicidade de centro-africanos no Rio de Janeiro do século XIX.

PALAVRAS-CHAVE: Etnicidade. Memória. Etnônimos.

ABSTRACT: This paper analyse the incorporation of ethnonyms as identities by africans in the southeast Brazil in the XIXth century. The memory of a past lived in Africa is approached through the anwsers about family and homeland in criminal process. The approach of this memory, of the nation of captive supervisors, and of an event that deals with an ethnic friction permit infer about aspects of ethnicity of africans in Rio de Janeiro of the XIXth Century.

KEYWORDS: Ethnicity. Memory. Ethnonyms.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-08-17

Como Citar

AGOSTINI, C. Africanos e a formação de identidades no além-mar: um estudo de etnicidade na experiência africana no Rio de Janeiro do século XIX. Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 1, n. 39, 2009. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/19195. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos