Exóticos, infantis e submissos na colônia identitária: as representações dos negros nos livros didáticos de História do Brasil

Autores

  • Renilson Rosa Ribeiro

Resumo

O presente artigo realiza uma análise das representações criadas pelos livros didáticos da disciplina História sobre os negros e a história da escravidão no Brasil colonial, procurando perceber como as proposições feitas por autores como K. F. Von Martius, Francisco Adolfo Varnhagen e Capis-trano de Abreu constituíram uma ordem discursiva para a escrita da sua história em livros e livros didáticos a partir da metade do século XIX e ao longo do século passado.

PALAVRAS-CHAVE: História. Livros Didáticos. Negro. Representações. Racismo.

ABSTRACT: This article analyses the representations forged by the History scholar textbooks about the Negro and slavery history in Brazil, intending to realize the appropriations made by authors as K. F. Von Martius, Francisco Adolfo Varnhagen and Capistrano de Abreu constituted a discursive order to their History writing in books and scholar textbooks from the half of nineteenth century and during the last century.

KEYWORDS: History. Textbooks. Negro. Representations. Racism.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-03-31

Como Citar

ROSA RIBEIRO, R. Exóticos, infantis e submissos na colônia identitária: as representações dos negros nos livros didáticos de História do Brasil. Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 1, n. 38, 2009. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/19162. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Dossiê - Produzindo histórias: ensino e pesquisa