A ocorrência de chuvas e a incidência de leptospirose em Fortaleza-CE / THE RAINFALL AND INCIDENCE OF LEPTOSPIROSIS IN FORTALEZA- CE

Autores

  • Gledson Bezerra Magalhães Universidade Federal do Ceará
  • Maria Elisa Zanella Universidade Federal do Ceará
  • Marta Celina Linhares Sales Universidade Federal do Ceará

Palavras-chave:

Saúde, Precipitações, Leptospirose

Resumo

O clima torna-se de grande relevância em estudos que tratam da qualidade de vida da população, em particular, no que se refere à saúde, visto que há uma forte relação entre as características climáticas e a incidência de algumas doenças em ambientes tropicais. Como exemplo, entre outras doenças, tem-se a leptospirose que na cidade de Fortaleza registra em média 50% de casos em relação a todo o Estado do Ceará, indicando uma forte relação entre incidência da doença com as condições climáticas locais. O presente estudo analisou as relações entre chuvas, inundações e casos de leptospirose, elaborando um estudo temporal e espacial da doença para o período de 2004 a 2007 para a cidade de Fortaleza, tendo como referencial os estudos de Monteiro (1976, 2003), Mendonça e Paula (2003) e Zanella (2006). Os resultados indicam que o maior número de casos de leptospirose concentra-se no primeiro semestre do ano, principalmente na quadra chuvosa, evidenciando que a doença segue um padrão sazonal de ocorrência e que sua espacialização é influenciada pelas condições de moradia e de saneamento básico, tornando-se mais freqüentes nas áreas sujeitas as inundações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gledson Bezerra Magalhães, Universidade Federal do Ceará

Graduado em Geografia pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Mestrando em Geografia da UFC. Estagiário do Laboratório de Climatologia e Recursos Hídricos da UFC, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, impactos socioambientais, climatopatologia.

Maria Elisa Zanella, Universidade Federal do Ceará

Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal do Paraná (1987), mestrado em Organização do Espaço pela Universidade Estadual Paulista Rio Claro (1992) e doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Paraná (2006). Atualmente é professora da graduação e pós-graduação em Geografia da Universidade Federal do Ceará, vice-coordenadora da pós-gtraduação em Geografia e tutora do PET-Geoghrafia. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Climatologia Geográfica, atuando principalmente nos seguintes temas: climatologia urbana, eventos extremos, impactos pluviais, risco ambiental.

Marta Celina Linhares Sales, Universidade Federal do Ceará

Possui graduação em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará (1985), mestrado (1997) e doutorado em Geografia Física pela Universidade de São Paulo (2003). Atualmente é professora adjunto da Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Climatologia Geográfica, atuando principalmente nos seguintes temas: análise ambiental, desertificação, climatologia regional e urbana.

Downloads

Publicado

2010-02-02

Como Citar

MAGALHÃES, G. B.; ZANELLA, M. E.; SALES, M. C. L. A ocorrência de chuvas e a incidência de leptospirose em Fortaleza-CE / THE RAINFALL AND INCIDENCE OF LEPTOSPIROSIS IN FORTALEZA- CE. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 5, n. 9, 2010. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/16936. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos