Da crise à abundância: Segurança alimentar e modernização agrícola na Europa no pós-Segunda Guerra Mundial

Autores

  • Patrícia Nasser de Carvalho Departamento de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

DOI:

https://doi.org/10.14393/HeP-v31n59p141-154

Palavras-chave:

Europa, Segunda Guerra Mundial, Crise alimentar

Resumo

O objetivo deste artigo é relacionar a crise alimentar e humanitária vivida pela Europa no pós-Segunda Guerra às ações dos Estados europeus para superá-la e para garantir sua segurança alimentar. O conflito foi determinante para a decisão das nações europeias de proteger e estimular a modernização do campo por meio de políticas públicas. A partir da década de 1950, os processos de produção e de distribuição de bens agrícolas entraram em uma nova fase de mudanças estruturais em muitos países europeus, tendo em vista que as unidades agrícolas foram se tornando empresas altamente produtivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Nasser de Carvalho, Departamento de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Professora Adjunta do Departamento de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Doutora em Economia Política Internacional pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Downloads

Publicado

2019-06-24

Como Citar

CARVALHO, P. N. de. Da crise à abundância: Segurança alimentar e modernização agrícola na Europa no pós-Segunda Guerra Mundial. Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 31, n. 59, p. 141–154, 2019. DOI: 10.14393/HeP-v31n59p141-154. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/49370. Acesso em: 3 fev. 2023.