"Sono Straniero!" Trabalhadores italianos e as relações entre identidade nacional e de classe na imprensa operária em São Paulo (1920 e 1930)

Autores

  • Endrica Geraldo UNILA

Resumo

Este artigo pretende discutir como periódicos operários paulistanos que contavam com uma presença significativa de imigrantes italianos mobilizaram as relações tensas entre identidade nacional e identidade de classe no interior das lutas por direitos e melhores condições de trabalho. A análise está concentrada nas décadas de 1920 e 1930, período que recebeu menor atenção da historiografia em razão do progressivo declínio enfrentando pelas organizações operárias na região.

PALAVRAS-CHAVE: Imprensa operária. Imigrantes italianos. Identidades.

ABSTRACT: This article analyzes the relationship between national identity and class identity in working-class press, when there was a large presence of immigrants in São Paulo, especially Italian workers. This study discusses the press in the 1920s and 1930s, decades that has received less attention in historiography because of the progressive decline faced by workers' organizations.

KEYWORDS: Working-class press. Italian immigrants. Identities.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Endrica Geraldo, UNILA

Professora Adjunta da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (PR). Doutora em História.

Downloads

Publicado

2017-12-13

Como Citar

GERALDO, E. "Sono Straniero!" Trabalhadores italianos e as relações entre identidade nacional e de classe na imprensa operária em São Paulo (1920 e 1930). Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 30, n. 56, 2017. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/40735. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: História, migração e meios de comunicação