A coqueluche, a articulação inter-regional e as crianças no Sudeste rural brasileiro (1840-1870)

Autores

  • Carlos Alberto Medeiros Lima Universidade federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.14393/HeP-v31n58-2018-14

Resumo

Neste artigo, usam-se informações sobre a incidência da coqueluche entre crianças do Sudeste rural brasileiro com a finalidade de ajustar modelos de choque microbiano frequentemente utilizados. A história das doenças nas Américas pode enfatizar (i) os choques atlânticos súbitos, seja como "epidemias em solo virgem", seja sob a forma da chegada das pandemias do século XIX. Mas pode também por acento (ii) na difusão, permitida pela expansão agrária, de doenças causadas por patógenos locais, (iii) no processo segundo o qual males do Velho Mundo foram tornados endêmicos, causando taxas de mortalidade constantemente muito altas, (iv) na circulação, entre regiões conectadas, de doenças eurasianas de um modo que causasse repetidas epidemias, ou (v) na consolidação de uma afecção eurasiana como a coqueluche, tornando-a endêmica em cidades e permitindo-lhe alcançar áreas rurais em processos relevantes, mas intermitentes e discretos. Este é o tema do presente artigo, que leva em conta informações provenientes de Bananal, Capivari, Rio Claro, Limeira e Santa Cruz.

PALAVRAS-CHAVE: Morbidade livre. Morbidade escrava. Coqueluche. Crises de mortalidade.

ABSTRACT: In this article, information on the incidence of whooping cough in Brazilian Southeast is used to calibrate models of microbial shock. History of diseases in the Americas can emphasize (i) sudden Atlantic shocks, either as "virgin soil epidemics" or under the form of the spread of nineteenth-century pandemics. But it can also put emphasis (ii) on the spread and intensification of diseases caused by local pathogens allowed by agrarian expansion, (iii) on the endemization of Old World's pathogens causing very high, although constant, mortality rates, (iv) on the circulation of other Eurasian viruses between regions connected to one another, causing repeated epidemics or (v) on the consolidation of an European disease such as whooping cough, making it endemic in cities and allowing it to reach rural areas, as important, but intermittent and discrete events. This is the theme of this article, which takes into account data on the cases of Bananal, Capivari, Rio Claro, Limeira and Santa Cruz.

KEYWORDS: Morbidity among free children. Morbidity among enslaved children. Whooping cough. Mortality crises.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-01-11

Como Citar

LIMA, C. A. M. A coqueluche, a articulação inter-regional e as crianças no Sudeste rural brasileiro (1840-1870). Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 31, n. 58, 2019. DOI: 10.14393/HeP-v31n58-2018-14. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/37503. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos