GESTÃO EFICIENTE, TECNOLOGIA MODERNA E TRABALHO ARCAICO: A INDÚSTRIA DE CONSERVAS DE FRUTAS E HORTALIÇAS NO PAMPA GAÚCHO

Autores

  • Laura Senna Ferreira
  • Maria Soledad Etcheverry

Resumo

Os processos de racionalização do trabalho têm lançado mão de uma eficiente combinação entre modernas tecnologias e uso precarizante da força de trabalho. No setor de conservas de frutas e hortaliças, localizado no pampa gaúcho, especialmente na cidade de Pelotas (RS), Brasil, observa-se uma ampla capacidade de modernização produtiva combinada com formas retrógradas de uso do trabalho. Tal aspecto se intensifica com o desemprego, o qual se seguiu ao fechamento de inúmeras fábricas da região nos anos 1990. Não obstante, às dificuldades resultantes da crise e da precarização, os sindicatos e a justiça do trabalho permanecem atores coletivos relevantes. Essas instâncias se somam às formas de recusas diretas no espaço de trabalho. Este artigo analisa esses aspectos, a partir de pesquisa quantitativa e qualitativa que considerou o período correspondente entre anos de 1970 até o final dos anos 2000.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-09-22

Como Citar

FERREIRA, L. S.; ETCHEVERRY, M. S. GESTÃO EFICIENTE, TECNOLOGIA MODERNA E TRABALHO ARCAICO: A INDÚSTRIA DE CONSERVAS DE FRUTAS E HORTALIÇAS NO PAMPA GAÚCHO. Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 29, n. 55, 2016. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/35890. Acesso em: 22 maio. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Capitalismo, trabalho e trabalhadores