Intelectuais e educação: o debate brasileiro em torno da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 4.024 de 1961)

Autores

  • Maria Cristina Gomes Machado Universidade Estadual de Maringá
  • Mario Borges Netto Universidade Federal do Tocantins

DOI:

https://doi.org/10.14393/HeP-v30n57-2017-11

Resumo

A partir do projeto de Lei acerca das Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB 4.024/61), problematizaremos o modo como os intelectuais se utilizaram da imprensa para divulgar projetos educacionais diversos e se inserir na disputa pela hegemonia. O referido debate constitui o objeto de nosso estudo, que investiga as lutas sociais travadas no Estado e na sociedade civil brasileira sobre o processo de constituição e consolidação da escola pública estatal. Nesse processo, diferentes intelectuais polarizaram-se em dois grupos fundamentais, a saber, os defensores da escola pública, denominados liberais e os privatistas, os quais passaram a disputar espaços no Congresso Nacional, nas comissões parlamentares, nos círculos de intelectuais e na imprensa.

PALAVRAS-CHAVE: História da Educação. Hegemonia. Intelectuais.

ABSTRACT:  From the law project concerning the Directories and Basis of the National Education (LDB 4.024/61), we will question the way how the intellectuals used the press to divulge different educational projects and insert themselves into the debate for the hegemony. The referred debate constitutes the object of our study, which investigates the social conflicts engaged in the State and in the Brazilian civil society with regard to the constitution and consolidation of the public state school. In this process, different intellectuals separated into two fundamental groups, to wit, the defenders of the public school, named liberals, and the supporters of the private school, who came to dispute in the National Congress, in the Parliamentary commissions, in the intellectual circles and in the press.

KEYWORDS: History of Education. Hegemony. Intellectuals. Press.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cristina Gomes Machado, Universidade Estadual de Maringá

Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Maringá.

Mario Borges Netto, Universidade Federal do Tocantins

Professor do Colegiado de Pedagogia da Universidade Federal do Tocantins.

Downloads

Publicado

2018-06-14

Como Citar

MACHADO, M. C. G.; BORGES NETTO, M. Intelectuais e educação: o debate brasileiro em torno da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 4.024 de 1961). Revista História & Perspectivas, [S. l.], n. 57, 2018. DOI: 10.14393/HeP-v30n57-2017-11. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/35146. Acesso em: 20 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos