Impressos, leituras de passado e configurações do ensino de história no MST

Autores

  • Fernando Perli Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Resumo

Por meio de impressos produzidos e difundidos na organização do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), propõe-se a analisar representações de passado tecidas por lideranças sem-terra, intelectuais e entidades de apoio que delinearam um lugar para o ensino de História na organização do movimento social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Perli, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Doutor em História

Downloads

Publicado

2015-02-04

Como Citar

PERLI, F. Impressos, leituras de passado e configurações do ensino de história no MST. Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 27, n. 51, 2015. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/28889. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Trabalhadores, Culturas e Movimentos Sociais