IMPRENSA, POLÍTICA, CRÍTICA: DIVERGÊNCIAS EM TORNO DO NEOLIBERALISMO NOS ANOS 1990 e 2000

Autores

  • Rodolfo Fiorucci História/IFPR/Jacarezinho

Resumo

Este artigo traz alguns apontamentos acerca dos embates ideológicos levados a cabo entre imprensa, política e intelectualidade, nos anos 1990 e 2000. Nesse sentido, cabe mostrar como a posição da grande mídia em favor do neoliberalismo não significou postura monolítica nos meios de discussão (seja na imprensa ou na academia), o que suscitou reações de diversos setores quanto às políticas neoliberais adotadas pelos governos Collor e FHC. Para tanto, trabalhos de intelectuais acadêmicos e jornalistas são usados a fim de apontar essa contracorrente que se colocou nas fileiras de oposição ao regime político-ideológico que preponderou na virada do século XX, no Brasil e no mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodolfo Fiorucci, História/IFPR/Jacarezinho

Professor de História do Instituto Federal do Paraná (IFPR/Jacarezinho); Mestre pela UNESP/Assis e Doutorando em História pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Bolsista CAPES. Membro do Grupo de Estudos do Integralismo (GEINT).

Downloads

Publicado

2014-08-27

Como Citar

FIORUCCI, R. IMPRENSA, POLÍTICA, CRÍTICA: DIVERGÊNCIAS EM TORNO DO NEOLIBERALISMO NOS ANOS 1990 e 2000. Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 27, n. 50, 2014. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/27510. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos