AS ELITES DIRIGENTES GOIANAS E A CONSTRUÇÃO DO ESTADO NACIONAL BRASILEIRO: ENTRE CONFLITOS E NEGOCIAÇÕES (1831-1840)

Autores

  • Martha Victor Vieira História/UFT

Resumo

Durante o período regencial, ascendeu ao governo de Goiás uma facção política constituída por indivíduos naturais da província. Essa facção, adotando sempre uma posição situacionista em relação ao poder central, conseguiu impor o reconhecimento de sua autoridade, reduzindo as disputas políticas entre as elites rivais. No discurso da elite dirigente goiana, podem-se observar indícios da apropriação de uma cultura política liberal que norteava a forma como essas elites relacionavam-se com o Estado Imperial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Martha Victor Vieira, História/UFT

Doutora em História Social e professora adjunto do Colegiado de História da Universidade Federal do Tocantins, Campus de Araguaína.

Downloads

Publicado

2014-08-27

Como Citar

VIEIRA, M. V. AS ELITES DIRIGENTES GOIANAS E A CONSTRUÇÃO DO ESTADO NACIONAL BRASILEIRO: ENTRE CONFLITOS E NEGOCIAÇÕES (1831-1840). Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 27, n. 50, 2014. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/27507. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos