Ruptura e Pacto Social em Portugal(1974-2012)

Autores

  • Raquel Varela Professora Drª de História Contemporânea, Honorary Fellow IISH (Amsterdam). Universidade Nova de Lisboa.

Resumo

Neste artigo fazemos uma breve história das lutas políticas e das conquistas sociais em Portugal nas últimas quatro décadas. Argumentamos que o Pacto Social em Portugal - que a maioria dos autores situa no nascimento da concertação social em 1986 - nasceu de fato em 1975. Este Pacto Social foi simultaneamente uma cedência da burguesia portuguesa como forma de estabilizar a contrarrevolução democrática representativa em reação ao 25 de abril, mas foi também resultado dessa radicalidade social, econômica e política durante o período revolucionário. Será depois da crise de 1981-1984 que este Pacto Social inicia o seu fim, com a vitória paulatina das políticas neoliberais, que têm como eixo de gestão da perda de direitos a concertação social. Se o regime democrático-liberal se sustentou no Pacto Social, o fim deste abre uma nova etapa histórica, de que a crise de 2008 parece ser um marco fundamental.
PALAVRAS-CHAVE: Portugal. Crises econômicas. Conflitos políticos. Direitos sociais.

ABSTRACT:This article contains a brief history of the political battles and social conquests in Portugal during the last four decades. It is argued that the Portuguese Social Pact - which most authors place upon the birth of the social concertation, in 1986 - was actually started in 1975. Such Social Pact was simultaneously a concession from the Portuguese aristocracy as a way to settle the representative democratic reactionary counter-revolution to April 25th, but it was also a result of such social, economic, and political radicality during the revolutionary period. It was after the 1981-1984 crisis that the Social Pact started ending, upon the gradual victory of neoliberal policies, whose axis was the management of the loss of social concertation rights. If the democratic-liberal regime was based on the Social Pact, its end represents the opening of a new historical stage, having the 2008 crisis as a cornerstone.
KEYWORDS:Portugal. Economic Crises. Political Conflicts. Social Rights.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raquel Varela, Professora Drª de História Contemporânea, Honorary Fellow IISH (Amsterdam). Universidade Nova de Lisboa.

Professora Drª de História Contemporânea, Honorary Fellow IISH (Amsterdam). Universidade Nova de Lisboa.

Downloads

Publicado

2014-03-08

Como Citar

VARELA, R. Ruptura e Pacto Social em Portugal(1974-2012). Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 26, n. 49, 2014. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/24989. Acesso em: 24 maio. 2022.