Amigos do alheio: vadios, gatunos e ladrões em São Paulo no início da república

Autores

  • Ana Gomes Porto

Resumo

Os amigos do alheio, gatunos ou ladrões, como eram conhecidos no período, foram personagens comuns no cotidiano da cidade de São Paulo, como atestam jornais e processos. Essa presença pode ser indicativa de que se tentava delinear uma visão do que deveria ser o "trabalhador ideal". Porém, tentando construir uma imagem "às avessas" do "trabalho honesto", muitas vezes ocorria uma confusão que induzia a sentidos diversos, especialmente no espaço público do jornal. Assim, notícias de crime tornavam-se dúbias e difusas para o leitor, que poderia fazer interpretações que, muitas vezes, tinham sentido inverso àquilo que se tentava transmitir. Este artigo se centrará em analisar os sentidos das notícias de crime sobre alguns "amigos do alheio"na imprensa paulista do início da República no Brasil. Apesar da centralidade da análise no jornal O Estado de São Paulo, é possível estabelecer relações mais amplas no que concerne a um mercado de letras crescente no que se refere aos crimes e criminosos.

PAlAVRAS-CHAVE: Imprensa. Crime. Criminalidade. Ladrões.

ABSTRACT:The amigos do alheio, gatunosor thieves, as they were known at the time, were common characters in the city of São Paulo, as evidenced by newspaper and processes. This presence may indicate that tried to outline a vision of what should be the "ideal worker." But trying to build a picture "in reverse" of "honest work" often occurred a confusion that prompted the various senses, especially in the public space of the newspaper. Thus, news of crime became dubious and diffuse to the reader, which could make interpretations that had the opposite direction to what is trying to convey.This article will focus on analyzing the meanings of crime news about some amigos do alheioin the press during the beggining of Republic in Brazil. Despite the centrality of the analysis in the newspaper O Estado de São Paulo, it is possible to establish broader relations with respect to a growing market of publications of crimes and criminals.
KEYWORDS:Press. Crime. Criminality. Thieves.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Gomes Porto

Pesquisadora de pós-doutorado no Departamento de Teoria Literária do Instituto de Estudos da Linguagem da Unicamp, em que desenvolve pesquisa dentro do âmbito do projeto temático A circulação transatlântica dos impressos

Downloads

Publicado

2014-03-08

Como Citar

PORTO, A. G. Amigos do alheio: vadios, gatunos e ladrões em São Paulo no início da república. Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 26, n. 49, 2014. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/24987. Acesso em: 27 jun. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: História do Crime, da Polícia e da Justiça Criminal - Prof. Dr. Deivy Ferreira Carneiro (org.)