PROPRIEDADES DA EVIDÊNCIA, NARRATIVAS ORAIS E A ESCRITA DA HISTÓRIA: MEMÓRIAS SOBRE TRABALHADORES NA LUTA PELA TERRA

Autores

  • Vagner José Moreira Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE

Resumo

No artigo problematizo a fonte oral como material histórico relevante para explicação de processos históricos vividos pelos sujeitos sociais, cujo conhecimento histórico é construído a partir da mediação e problematização das propriedades específicas da narrativa oral. Na explicação histórica, tornaram-se relevantes a discussão do procedimento narrativo, do enredo e do ato interpretativo construídos pelos sujeitos com trajetórias dissidentes na luta pela terra em Fernandópolis, região Noroeste do estado de São Paulo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vagner José Moreira, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE

Professor da Graduação e do Mestrado em História da Universidade Estadual do Oeste do Paraná-UNIOESTE. Membro do Laboratório de Pesquisa "Trabalho e Movimentos Sociais" - LTMS/UNIOESTE. Doutor em História Social pela Universidade Federal de Uberlândia

Downloads

Publicado

2013-08-16

Como Citar

MOREIRA, V. J. PROPRIEDADES DA EVIDÊNCIA, NARRATIVAS ORAIS E A ESCRITA DA HISTÓRIA: MEMÓRIAS SOBRE TRABALHADORES NA LUTA PELA TERRA. Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 26, n. 48, 2013. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/23308. Acesso em: 24 abr. 2024.