TIRANDO AS CRIANÇAS DA ESCOLA: O DISCURSO DA M͍DIA IMPRESSA ACERCA DO LABOR INFANTOJUVENIL

Autores

  • Anelise Rodrigues Machado de Araujo

Resumo

Este artigo analisa o discurso da imprensa periódica no final da década de 1980 acerca das relações de trabalho infantojuvenis. O discurso da mídia tanto contribuiu para a disseminação da noção de infância nas diversas camadas da sociedade, como foi também resultado de outros discursos que já a veiculavam. Pautado na representação social da criança como ser em construção, presente na norma familiar burguesa, o labor infantojuvenil é condenado, inclusive quando se refere às camadas populares. Contudo, a intensidade desta condenação varia, principalmente de acordo com a visão sociocultural que se estabelecia acerca da função exercida e o sexo da criança ou jovem.

PALAVRAS-CHAVE: História. Infância. Trabalho.

ABSTRACT: This article analyzes the discourse of periodical press in the end of 1980 decade about child labor relations. The media discourser contributes to childhood concept dissemination in different society grades, and it's result of other discourse that had already reported. Guided on children social representation like people under construction, resident on the familiar bourgeois norms, the children and young labor is damned, including when it refers about popular classes. Nevertheless, the intensity of this condemnation varies according to a social-cultural vision which established about the function exercised and the sex of children or youth.

KEYWORDS: History. Childhood. Work.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-01-24

Como Citar

ARAUJO, A. R. M. de. TIRANDO AS CRIANÇAS DA ESCOLA: O DISCURSO DA M͍DIA IMPRESSA ACERCA DO LABOR INFANTOJUVENIL. Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 25, n. 47, 2013. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/21281. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos