ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE NA FORTALEZA PROVINCIAL: UMA IMPLANTAÇÃO LENTA E DESCONTÍNUA (1840-1860)

Autores

  • Francisco Carlos Jacinto

Resumo

O presente artigo faz uma discussão, a partir dos Relatórios dos Presidentes de Província, sobre o processo de instalação dos estabelecimentos de saúde em Fortaleza, capital da província do Ceará, no período compreendido entre os anos de 1840 e 1860, momento caracterizado pela ocorrência de epidemias, objetivando demonstrar seu caráter lento e marcadamente descontínuo, embora articulado às mudanças ocorridas, ao longo da primeira metade do século XIX, na forma de conceber e efetivar os serviços de saúde pública. PALAVRAS-CHAVE: Saúde pública. Estabelecimentos de saúde. Epidemias. ABSTRACT: Considering the reports of the Province Presidents this article discuss the health institutions installation at Fortaleza, capital of the Ceará province, in the period between the years 1840 and 1860, a time characterized by the occurrence of epidemics,This paper aims to demonstrate the character and slow markedly this discontinuous process, although it is linked to the changes that have occurred over the first half of the nineteenth century, in order to design and implement the public health services. KEYWORDS: Public health. Healt care esblishments. Epidemics.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-01-24

Como Citar

JACINTO, F. C. ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE NA FORTALEZA PROVINCIAL: UMA IMPLANTAÇÃO LENTA E DESCONTÍNUA (1840-1860). Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 25, n. 47, 2013. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/21262. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê História e Saúde