A tomada do trem: a greve de 1914 dos ferroviários da Noroeste.

Autores

  • Guilherme Grandi
  • Diego Francisco de Carvalho

Resumo

O presente artigo aborda uma greve de trabalhadores da Companhia Estrada de Ferro Noroeste do Brasil ocorrida em abril de 1914, quando um grupo de ferroviários paralisou os serviços na linha e formou o "trem grevista" que, partindo da cidade de Itapura, se dirigiu a Bauru onde se localizava o escritório administrativo central da ferrovia. A partir da análise dos autos do inquérito policial instaurado no dia 17 de maio de 1914 na delegacia da cidade de Bauru, nosso objetivo é elucidar os principais condicionantes que marcaram essa que foi uma das primeiras greves de que se tem registro do movimento de trabalhadores ferroviários do estado de São Paulo.
PALAVRAS-CHAVE: Ferrovias. Greve. Movimento operário.

ABSTRACT: This article discusses the strike of the Companhia Estrada de Ferro Noroeste do Brasil's workers, that occurred on April 1914, when a workers group halted services on the railway and formed the "train strike" that went from the city of Itapura to Bauru, where was located the central administrative office of the railroad. From the analysis of the files from the investigation conducted on May 17, 1914 by the police station of Bauru, we aim to elucidate the principal factors that marked this that was one of the first strikes on record from the movement of railway workers in the state of Sao Paulo.
KEYWORDS: Railways. Strike. Labor movement.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-07-21

Como Citar

GRANDI, G.; FRANCISCO DE CARVALHO, D. A tomada do trem: a greve de 1914 dos ferroviários da Noroeste. Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 25, n. 46, 2012. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/19456. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos