A Thyssenkrupp nas dinâmicas do narrar: humanismo etnográfica e história oral (Brasil e Itália)

Autores

  • Marco Fornarola Antropólogo Visual pela La Sapienza de Roma, videomaker, Circolo Giani Bósio.

Resumo

Neste texto busco compreender, através de entrevistas diversas, as relações entre trabalhadores e a multinacional ThyssenKrupp. O objetivo é mapear perspectivas comuns em diferentes dimensões de espaços, de tempos e entre gerações de operários. Aponto tendências articuladas em diferentes estudos sobre trabalho e trabalhadores, registro falas e situações particulares de um mundo "globalizado".

PALAVRAS-CHAVE: < ThyssenKrupp. História Oral. Globalização.

ABSTRACT: In this paper I seek to understand,through various interviews, relations between workers and the multinational ThyssenKrupp. The goal The goal is to map out common views on different dimensions of space, time and between generations of laborers. Point out trends articulated in different studies on work and workers. Point out trends articulated in different studies on work and workers, registration statements and specific situations of a "globalized" world.

KEYWORDS: ThyssenKrupp. Oral History. Globalization.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-07-21

Como Citar

FORNAROLA, M. A Thyssenkrupp nas dinâmicas do narrar: humanismo etnográfica e história oral (Brasil e Itália). Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 25, n. 46, 2012. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/19453. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Tradução